Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

MG: polícia localiza mãe do bebê que foi jogado em lagoa


Do Diário OnLine

29/01/2006 | 16:37


A polícia localizou neste domingo a mãe do bebê encontrado boiando dentro da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte (Minas Gerais). A criança — uma menina de dois meses — foi salva por um casal que caminhava pelo local. O momento do resgate foi acompanhado por um cinegrafista amador.

A mãe, identificada como Simone Cassiano da Silva, disse que havia dado a filha para um grupo de moradores de rua porque não tinha condições de criá-la. Segundo informações da Globonews TV, ela negou ter jogado a criança na lagoa.

A menina foi encontrada na tarde de sábado dentro de um saco plástico preto. Um casal de namorados que passeava pelo local percebeu um choro de criança e pediu ajuda a um funcionário do Museu de Arte da Pampulha, que fica atrás da lagoa, para resgatar o saco. Quando abriu o pacote, o homem se surpreendeu ao ver que tratava-se de um bebê.

A criança foi imediatamente socorrida e encaminhada ao Hospital Odilon Behrens, de onde recebeu alta neste domingo. Ela agora está sob a guarda do Conselho Tutelar e provavelmente deve ser colocada para adoção.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

MG: polícia localiza mãe do bebê que foi jogado em lagoa

Do Diário OnLine

29/01/2006 | 16:37


A polícia localizou neste domingo a mãe do bebê encontrado boiando dentro da Lagoa da Pampulha, em Belo Horizonte (Minas Gerais). A criança — uma menina de dois meses — foi salva por um casal que caminhava pelo local. O momento do resgate foi acompanhado por um cinegrafista amador.

A mãe, identificada como Simone Cassiano da Silva, disse que havia dado a filha para um grupo de moradores de rua porque não tinha condições de criá-la. Segundo informações da Globonews TV, ela negou ter jogado a criança na lagoa.

A menina foi encontrada na tarde de sábado dentro de um saco plástico preto. Um casal de namorados que passeava pelo local percebeu um choro de criança e pediu ajuda a um funcionário do Museu de Arte da Pampulha, que fica atrás da lagoa, para resgatar o saco. Quando abriu o pacote, o homem se surpreendeu ao ver que tratava-se de um bebê.

A criança foi imediatamente socorrida e encaminhada ao Hospital Odilon Behrens, de onde recebeu alta neste domingo. Ela agora está sob a guarda do Conselho Tutelar e provavelmente deve ser colocada para adoção.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;