Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Trio andreense é baixa à revelia na Câmara


Fábio Martins

01/05/2018 | 07:00


Ex-vereadores de Santo André, José de Araújo (PSD), Sargento Juliano (PSB) e José Montoro Filho, o Montorinho (PT), tentam ainda sobrevida com recurso nos tribunais de Brasília para reaver mandato na Câmara, uma vez que o trio obteve votação em 2016 para assegurar cadeira. Há reclamação de que as ações no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), impetradas pela coligação petista/pessedista, foram rejeitadas por falta de defesa. O resultado se deu, segundo informações, à revelia, ou seja, perdeu o prazo para fazer a argumentação dentro da data estabelecida pelo órgão, o que desencadeou em outras derrotas nas instâncias superiores. O caso dos três políticos é semelhante. Foram barrados com base na Lei da Ficha Limpa, após terem suas contas reprovadas quando presidiram o Legislativo. E estudam processo contra o escritório de advocacia.

Título a Marinho
A Câmara de Santo André confirmou a data do dia 8 de maio para a entrega do título de cidadão andreense ao ex-prefeito de São Bernardo e pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Luiz Marinho (foto). A iniciativa se dá depois da concessão do ‘mérito’ ao atual chefe do Palácio dos Bandeirantes, Márcio França (PSB), pleiteante à reeleição. Outro que terá a honraria é João Doria (PSDB), ex-prefeito da Capital, que também estará na empreitada ao Estado – o evento para o tucano foi adiado. A ação virou palanque às vésperas do processo eleitoral. O projeto de resolução em nome de Marinho é de autoria do vereador Willians Bezerra (PT).

Uso de outdoors
Postulante a vice na chapa de Tarcisio Secoli (PT) à Prefeitura de São Bernardo em 2016, o ex-deputado estadual Ramiro Meves trocou oficialmente o PSD pelo Pros no dia 7, e tem usado outdoors pela cidade para voltar à cena. Seu nome é cogitado a entrar na briga eleitoral, em outubro – o diretório pessedista é hoje presidido por Marcelo Lima, número dois do Paço e que também tende a se candidatar por cadeira de deputado. Prova de que o movimento de Ramiro pode ser concretizado é o volume de propaganda que o político espalhou por São Bernardo e divisas com tema relacionado do Dia do Trabalho.

Saúde de Mauá
Em meio ao processo de escolha do quarto secretário de Saúde de Mauá – em um ano e quatro meses do governo de Atila Jacomussi (PSB), com a saída do nefrologista Ricardo Burdelis –, um nome já está descartado a assumir a Pasta: o de Antônio Carlos Marques, atualmente superintendente do Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini. A cúpula do Paço entende que não deveria realocar Antônio Carlos dentro da administração, tendo em vista a complexidade de condução da unidade.

Paralisação na pauta
Nova reunião entre o governo do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), e o Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema) ocorreu na quinta-feira, mas sem avanço nas negociações. A categoria, que rejeitou proposta de Lauro de 7,02% de reajuste salarial (parcelados e condicionados a alguns pontos), agendou assembleia no dia 10 com indicativo de paralisação. “Tenho certeza que o funcionário que tem amor pela cidade e entende a situação que o País está passando, onde Estados estão atrasando salários, e eu estou falando em repor algo e fazer com que o salário seja pago em dia, será compreensivo”, disse Lauro.

Show com Serra
Quem avalia que o senador José Serra (PSDB) esteja preocupado com os desdobramentos da Operação Lava Jato se engana. Ao menos no fim de semana a investigação do MPF (Ministério Público Federal) não foi causa das constantes insônias do tucano. O ex-governador de São Paulo foi visto no sábado em show de Diana Krall, no Tom Brasil, na Capital. O espetáculo terminou por volta da 0h, cedo para os dias prolongados de Serra. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trio andreense é baixa à revelia na Câmara

Fábio Martins

01/05/2018 | 07:00


Ex-vereadores de Santo André, José de Araújo (PSD), Sargento Juliano (PSB) e José Montoro Filho, o Montorinho (PT), tentam ainda sobrevida com recurso nos tribunais de Brasília para reaver mandato na Câmara, uma vez que o trio obteve votação em 2016 para assegurar cadeira. Há reclamação de que as ações no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo), impetradas pela coligação petista/pessedista, foram rejeitadas por falta de defesa. O resultado se deu, segundo informações, à revelia, ou seja, perdeu o prazo para fazer a argumentação dentro da data estabelecida pelo órgão, o que desencadeou em outras derrotas nas instâncias superiores. O caso dos três políticos é semelhante. Foram barrados com base na Lei da Ficha Limpa, após terem suas contas reprovadas quando presidiram o Legislativo. E estudam processo contra o escritório de advocacia.

Título a Marinho
A Câmara de Santo André confirmou a data do dia 8 de maio para a entrega do título de cidadão andreense ao ex-prefeito de São Bernardo e pré-candidato do PT ao governo de São Paulo, Luiz Marinho (foto). A iniciativa se dá depois da concessão do ‘mérito’ ao atual chefe do Palácio dos Bandeirantes, Márcio França (PSB), pleiteante à reeleição. Outro que terá a honraria é João Doria (PSDB), ex-prefeito da Capital, que também estará na empreitada ao Estado – o evento para o tucano foi adiado. A ação virou palanque às vésperas do processo eleitoral. O projeto de resolução em nome de Marinho é de autoria do vereador Willians Bezerra (PT).

Uso de outdoors
Postulante a vice na chapa de Tarcisio Secoli (PT) à Prefeitura de São Bernardo em 2016, o ex-deputado estadual Ramiro Meves trocou oficialmente o PSD pelo Pros no dia 7, e tem usado outdoors pela cidade para voltar à cena. Seu nome é cogitado a entrar na briga eleitoral, em outubro – o diretório pessedista é hoje presidido por Marcelo Lima, número dois do Paço e que também tende a se candidatar por cadeira de deputado. Prova de que o movimento de Ramiro pode ser concretizado é o volume de propaganda que o político espalhou por São Bernardo e divisas com tema relacionado do Dia do Trabalho.

Saúde de Mauá
Em meio ao processo de escolha do quarto secretário de Saúde de Mauá – em um ano e quatro meses do governo de Atila Jacomussi (PSB), com a saída do nefrologista Ricardo Burdelis –, um nome já está descartado a assumir a Pasta: o de Antônio Carlos Marques, atualmente superintendente do Hospital de Clínicas Doutor Radamés Nardini. A cúpula do Paço entende que não deveria realocar Antônio Carlos dentro da administração, tendo em vista a complexidade de condução da unidade.

Paralisação na pauta
Nova reunião entre o governo do prefeito de Diadema, Lauro Michels (PV), e o Sindema (Sindicato dos Funcionários Públicos de Diadema) ocorreu na quinta-feira, mas sem avanço nas negociações. A categoria, que rejeitou proposta de Lauro de 7,02% de reajuste salarial (parcelados e condicionados a alguns pontos), agendou assembleia no dia 10 com indicativo de paralisação. “Tenho certeza que o funcionário que tem amor pela cidade e entende a situação que o País está passando, onde Estados estão atrasando salários, e eu estou falando em repor algo e fazer com que o salário seja pago em dia, será compreensivo”, disse Lauro.

Show com Serra
Quem avalia que o senador José Serra (PSDB) esteja preocupado com os desdobramentos da Operação Lava Jato se engana. Ao menos no fim de semana a investigação do MPF (Ministério Público Federal) não foi causa das constantes insônias do tucano. O ex-governador de São Paulo foi visto no sábado em show de Diana Krall, no Tom Brasil, na Capital. O espetáculo terminou por volta da 0h, cedo para os dias prolongados de Serra. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;