Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Turismo

turismo@dgabc.com.br | 4435-8367

Literatura em Porto de Galinhas


Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

06/11/2008 | 07:03


É bem verdade que Porto de Galinhas incita a um convite quase que irresistível ao banho de mar em uma das piscinas naturais mais cobiçadas do litoral brasileiro, com 2 milhões de turistas ao ano. Entre os próximos dias 6 e 9, no entanto, suas praias passarão de vedetes a coadjuvantes, prometendo servir apenas de inspiração aos apaixonados pelo mundo das letras.

Em sua quarta edição, a festa literária Fliporto levará a imaginação dos participantes ao outro lado do planeta com o tema Trilhas da Diáspora - Literatura em África e América Latina.

Para o presidente do Instituto Maximiano Campos e curador da Fliporto, Antônio Campos, a escolha do tema confunde-se com a própria história do balneário, que recebeu o nome de Porto de Galinhas justamente por servir de porto de tráfico de escravos no período colonial - o aviso ‘tem galinha-d'angola no porto' significava que um novo navio negreiro tinha acabado de atracar na costa. Além disso, Pernambuco é berço de personalidades que se entrelaçam com a saga dos africanos em solo brasileiro, a exemplo do sociólogo Gilberto Freire e do abolicionista Joaquim Nabuco.

O resultado serão debates com 40 autores nacionais e internacionais, como os angolanos José Eduardo Agualusa, autor de vários best sellers, e Artur Pestana, vencedor do Prêmio Camões pelo conjunto de sua obra.

Homenagens também serão rendidas ao escritor baiano Jorge Amado - pelos 70 anos de publicação do romance Jubiabá na França -, aos 120 anos de Abolição da Escravatura, ao centenário do poeta negro pernambucano Solano Trindade e aos 100 anos do nascimento de Josué de Castro, fundador da FAO (Food and Agriculture Organization), entidade das Nações Unidas que busca extinguir a situação de fome no mundo, especialmente na África e América Latina.

Mas engana-se quem pensa que a festa contemplará apenas os amantes da literatura. Além das intensas programações sociais, infantis e gastronômicas, a edição deste ano incluirá um roteiro turístico-cultural e um circuito de artes visuais, com exposições de artes plásticas e de fotografia.

INFORMAÇÕES
Quem estiver à distância, poderá acompanhar as discussões pela Internet através de uma TV e Rádio ao vivo. Site: www.fliporto.net.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Literatura em Porto de Galinhas

Heloísa Cestari
Do Diário do Grande ABC

06/11/2008 | 07:03


É bem verdade que Porto de Galinhas incita a um convite quase que irresistível ao banho de mar em uma das piscinas naturais mais cobiçadas do litoral brasileiro, com 2 milhões de turistas ao ano. Entre os próximos dias 6 e 9, no entanto, suas praias passarão de vedetes a coadjuvantes, prometendo servir apenas de inspiração aos apaixonados pelo mundo das letras.

Em sua quarta edição, a festa literária Fliporto levará a imaginação dos participantes ao outro lado do planeta com o tema Trilhas da Diáspora - Literatura em África e América Latina.

Para o presidente do Instituto Maximiano Campos e curador da Fliporto, Antônio Campos, a escolha do tema confunde-se com a própria história do balneário, que recebeu o nome de Porto de Galinhas justamente por servir de porto de tráfico de escravos no período colonial - o aviso ‘tem galinha-d'angola no porto' significava que um novo navio negreiro tinha acabado de atracar na costa. Além disso, Pernambuco é berço de personalidades que se entrelaçam com a saga dos africanos em solo brasileiro, a exemplo do sociólogo Gilberto Freire e do abolicionista Joaquim Nabuco.

O resultado serão debates com 40 autores nacionais e internacionais, como os angolanos José Eduardo Agualusa, autor de vários best sellers, e Artur Pestana, vencedor do Prêmio Camões pelo conjunto de sua obra.

Homenagens também serão rendidas ao escritor baiano Jorge Amado - pelos 70 anos de publicação do romance Jubiabá na França -, aos 120 anos de Abolição da Escravatura, ao centenário do poeta negro pernambucano Solano Trindade e aos 100 anos do nascimento de Josué de Castro, fundador da FAO (Food and Agriculture Organization), entidade das Nações Unidas que busca extinguir a situação de fome no mundo, especialmente na África e América Latina.

Mas engana-se quem pensa que a festa contemplará apenas os amantes da literatura. Além das intensas programações sociais, infantis e gastronômicas, a edição deste ano incluirá um roteiro turístico-cultural e um circuito de artes visuais, com exposições de artes plásticas e de fotografia.

INFORMAÇÕES
Quem estiver à distância, poderá acompanhar as discussões pela Internet através de uma TV e Rádio ao vivo. Site: www.fliporto.net.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;