Fechar
Publicidade

Sábado, 31 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

ONG: 3 mil mulheres e crianças são traficadas por dia


Da AFP

18/01/2004 | 15:15


Milhões de crianças e de mulheres no mundo são traficadas para serem exploradas sexualmente ou também para "trabalhos" degradantes, como roubar e mendigar, denunciaram neste domingo ativistas no Fórum Social Mundial, em Bombaim (Índia).

Diariamente, 3 mil mulheres e crianças são vítimas do crime do tráfico humano, em uma operação que representa US$ 10 bilhões anuais, declarou a Campanha contra o Tráfico de Crianças, que também organizou marchas e atos com menores indianos, no encontro anual da sociedade civil.

Alguns deles deram seu depoimento no 4º Fórum Social Mundial, de 16 a 21 de janeiro. Malil, 15, contou que há alguns anos, "quando era menino", foi levado de sua aldeia, perto de Bombaim, a Nepal, por um bando de traficantes que o ensinaram a roubar e a vender droga. "Depois de dois anos consegui fugir e fui recolhido por uma organização, que me alojou, me deu comida e me enviou à escola", disse.

Uma prostituta de um bordel de Calcutá, Wapna Gayed, que criou em 1995 o Comitê para a Família de Mulheres - atualmente com 60 mil membros -, disse que "um grande número de meninas vem aqui com um traficante". Ela cita o caso de uma menina de nove anos, Ameena, cuja história foi publicada pelos jornais na Índia, depois que conseguiu escapar de um xeque da Arábia Saudita, de 75 anos, que em outubro de 1991 a havia comprado por US$ 200 para convertê-la em sua sexta mulher.

As crianças e as mulheres são traficadas também para trabalhos domésticos, e nos últimos anos aumentou o tráfico de menores para transplantes de órgãos, denunciaram os ativistas.

Entre os casos de crianças traficadas, figura também o de milhares de pequenos somalis vendidos como jóqueis para as corridas de camelos, distração dos ricos em Qatar e nos Emirados Árabes Unidos, segundo os ativistas. Depois de sete ou oito anos as crianças são abandonadas e só lhes resta mendigar, prostituir-se ou vender drogas, disse um ativista.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;