Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Câmara pode abrir CPI para investigar outros clubes



12/09/2007 | 07:01


A relação do Corinthians com a MSI pode acabar respingando em outros clubes brasileiros. Uma das maneiras de isso acontecer é a possível instalação de uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para investigar as negociações de jogadores para o exterior feitas por clubes do País.

O primeiro passo pode ser dado nesta quinta-feira, numa audiência pública da Comissão de Turismo e Desporto da Câmara dos Deputados. O encontro, convocado para discutir especificamente a parceria entre a equipe paulista e o fundo de investimentos comandado pelo russo Boris Berezovski, também vai focar o uso do futebol nacional para lavagem de dinheiro.

"O futebol está sendo usado para lavagem de dinheiro pelo crime organizado, com ramificações internacionais", diz o deputado Sílvio Torres (PSDB-SP), que acena com a possibilidade de uma CPI. "Temos que criar mecanismos para proteger nosso futebol e nossos clubes."

Para a audiência de quinta-feira foram convidados vários cartolas, entre eles o presidente Alberto Dualib e seu vice também afastado, Nesi Curi. Outros cardeais corintianos devem participar: o presidente do Conselho de Orientação do clube, Antonio Roque Citadini, o líder da oposição, Andrés Sanches, e o presidente do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), Rubens Approbato, que é conselheiro do Corinthians.


Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;