Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 23 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Walewska perde lugar na seleção de vôlei


Ana Paula Gois
Do Diário do Grande ABC

14/07/2004 | 00:30


O grupo que participará da segunda etapa do Grand Prix nas Filipinas já foi definido pelo técnico José Roberto Guimarães. Desta vez, a Seleção Brasileira feminina de vôlei não contará com a participação da meio-de-rede Walewska, que sofreu uma torção no tornozelo esquerdo. O treinador convocou Carol para ocupar o lugar da atleta.

Feliz com a possibilidade de poder jogar pela primeira vez na competição, Carol espera colaborar para que a equipe mantenha a invencibilidade. “Quero contribuir, ao máximo, com o time e, se o Zé (José Roberto Guimarães) precisar de mim, estarei pronta para entrar e ajudar”, falou a jogadora, de 22 anos. Por sua vez, Walewska treinou, nesta terça de manhã, a parte física com o grupo. À tarde, participou do aquecimento do treino técnico, mas, enquanto a equipe trabalhou na quadra, ela fez exercícios com o fisioterapeuta Ricardo Regi.

Na segunda fase, o Brasil está no Grupo D, ao lado da República Dominicana, Coréia e Polônia. Na próxima sexta-feira, o desafio será diante das dominicanas, no ginásio Philsport Arena. As jogadoras confirmadas para entrar em quadra são: Fernanda e Fofão (levantadoras), Elisângela, Bia e Leila (opostos), Virna, Érika e Sassá (pontas), Valeskinha, Fabiana e Carol (meios-de-rede) e a líbero Arlene.

Liga – O meio-de-rede Rodrigão, da Seleção Brasileira masculina de vôlei, não defenderá o Brasil nas finais da Liga Mundial entre sexta-feira e domingo, em Roma. O jogador, que sentia dores na perna direita, foi submetido a um exame de ressonância magnética, que acusou a presença de um edema no osso da perna, que, segundo o médico da delegação brasileira, Ney Pecegueiro, corresponde ao início de uma fratura por estresse. Sem Rodrigão, o Brasil contará na posição com Gustavo, André Heller e Henrique.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Walewska perde lugar na seleção de vôlei

Ana Paula Gois
Do Diário do Grande ABC

14/07/2004 | 00:30


O grupo que participará da segunda etapa do Grand Prix nas Filipinas já foi definido pelo técnico José Roberto Guimarães. Desta vez, a Seleção Brasileira feminina de vôlei não contará com a participação da meio-de-rede Walewska, que sofreu uma torção no tornozelo esquerdo. O treinador convocou Carol para ocupar o lugar da atleta.

Feliz com a possibilidade de poder jogar pela primeira vez na competição, Carol espera colaborar para que a equipe mantenha a invencibilidade. “Quero contribuir, ao máximo, com o time e, se o Zé (José Roberto Guimarães) precisar de mim, estarei pronta para entrar e ajudar”, falou a jogadora, de 22 anos. Por sua vez, Walewska treinou, nesta terça de manhã, a parte física com o grupo. À tarde, participou do aquecimento do treino técnico, mas, enquanto a equipe trabalhou na quadra, ela fez exercícios com o fisioterapeuta Ricardo Regi.

Na segunda fase, o Brasil está no Grupo D, ao lado da República Dominicana, Coréia e Polônia. Na próxima sexta-feira, o desafio será diante das dominicanas, no ginásio Philsport Arena. As jogadoras confirmadas para entrar em quadra são: Fernanda e Fofão (levantadoras), Elisângela, Bia e Leila (opostos), Virna, Érika e Sassá (pontas), Valeskinha, Fabiana e Carol (meios-de-rede) e a líbero Arlene.

Liga – O meio-de-rede Rodrigão, da Seleção Brasileira masculina de vôlei, não defenderá o Brasil nas finais da Liga Mundial entre sexta-feira e domingo, em Roma. O jogador, que sentia dores na perna direita, foi submetido a um exame de ressonância magnética, que acusou a presença de um edema no osso da perna, que, segundo o médico da delegação brasileira, Ney Pecegueiro, corresponde ao início de uma fratura por estresse. Sem Rodrigão, o Brasil contará na posição com Gustavo, André Heller e Henrique.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;