Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 13 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Fidel Castro critica ‘mortíferos conselhos’ do FMI


Da AFP

14/02/2004 | 14:33


O ditador cubano, Fidel Castro, criticou neste sábado os "mortíferos conselhos" do FMI (Fundo Monetário Internacional) aos países subdesenvolvidos e reiterou sua advertência ao governo dos Estados Unidos, ao afirmar que Cuba está "sempre em guarda" para defender-se em caso de invasão.

Usando um terno cinza, Fidel fustigou o "neoliberalismo capitalista" em um discurso de mais de quatro horas, que se estendeu até a madrugada de sábado, e com o qual encerrou o 6º Encontro de Economistas sobre Globalização e Problemas de Desenvolvimento, realizado desde a última segunda-feira em Havana.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Fidel Castro critica ‘mortíferos conselhos’ do FMI

Da AFP

14/02/2004 | 14:33


O ditador cubano, Fidel Castro, criticou neste sábado os "mortíferos conselhos" do FMI (Fundo Monetário Internacional) aos países subdesenvolvidos e reiterou sua advertência ao governo dos Estados Unidos, ao afirmar que Cuba está "sempre em guarda" para defender-se em caso de invasão.

Usando um terno cinza, Fidel fustigou o "neoliberalismo capitalista" em um discurso de mais de quatro horas, que se estendeu até a madrugada de sábado, e com o qual encerrou o 6º Encontro de Economistas sobre Globalização e Problemas de Desenvolvimento, realizado desde a última segunda-feira em Havana.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;