Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Anúncio de Dib movimenta cenário em São Bernardo

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Ex-prefeito revela plano de concorrer em
2016, mas aliados defendem nome de Morando


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

12/11/2014 | 07:00


O anúncio do deputado federal William Dib (PSDB) ao Diário de querer ser candidato à Prefeitura de São Bernardo em 2016 agitou o cenário político da cidade. Apoiadores do deputado estadual Orlando Morando (PSDB) defenderam renovação nos quadros que o tucanato apresentará ao eleitorado da cidade, integrantes da oposição sustentaram a pluralidade de nomes contrários à gestão Luiz Marinho (PT) e petistas garantem que nada muda na estratégia da sigla para continuar à frente do governo.

Primeiro suplente de vereador do PSDB e aliado de Morando, Júnior Moreira criticou a postura de Dib, afirmando ser a vez do deputado estadual liderar a candidatura do PSDB na cidade. “O Orlando teve 237 mil votos (na reeleição à Assembleia Legislativa). Um líder também é medido pelas urnas”, sintetizou. “Pessoas pediram pela mudança no País e em São Bernardo, quando apostaram no Aécio (Neves, candidato a presidente pelo PSDB). Quem representa mais a mudança? Com certeza é o Orlando. Ele (Dib) tenta desunir a oposição”, adicionou o tucano.

Vereador do PPS, Manuel Martins disse que, para fortalecimento da democracia e crescimento da oposição, a candidatura de Dib é bem-vinda. “Avalio como positivo esse desejo dele. Sabemos que o PPS também terá candidato (a prefeito).”

Dib foi o primeiro integrante da oposição a Marinho a revelar publicamente vontade de ser candidato a prefeito em 2016. Em entrevista exclusiva ao Diário, relatou que seu projeto será pelo PSDB – “é líquido e certo” – e não descartou realização de prévias caso haja mais nomes do partido que queiram representar a legenda na corrida municipal daqui a dois anos.

“Acho que é questão do partido definir. É importante que o partido tenha muitas alternativas. Ninguém está desmerecendo ninguém, tenho o maior respeito por todos que estão no PSDB, e isso é natural do processo democrático. O que vai acontecer é muito cedo para definir. Dois anos são eternidade na política. Havendo mais de um candidato, a norma do partido é ter prévia. E estou disposto a debater isso”, ponderou Dib.

Especula-se que a oposição tenha vários representantes no pleito como forma de minimizar a força do postulante apresentado por Marinho. São ventiladas as candidaturas de Morando, do deputado federal eleito Alex Manente (PPS) e, agora, a de Dib.

José Luiz Ferrarezi, vereador do PT, considerou que a intenção de Dib em sair candidato ao Executivo não muda estratégia do petismo. “Creio que São Bernardo terá nomes fortes em 2016 e o PT tem de se organizar para apresentar nome forte à sociedade, independentemente de quem seja o rival. (O anúncio de Dib) Não muda absolutamente nada”, adiantou o petista. “É algo que eles (oposição) terão de discutir, no partido deles.”

Dib foi prefeito de São Bernardo de 2002 a 2008, exercendo mandato pelo PSB. À época, herdou governo de Maurício Soares (hoje no PT) e foi reeleito com 76,37% dos votos em 2004, vencendo Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Anúncio de Dib movimenta cenário em São Bernardo

Ex-prefeito revela plano de concorrer em
2016, mas aliados defendem nome de Morando

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

12/11/2014 | 07:00


O anúncio do deputado federal William Dib (PSDB) ao Diário de querer ser candidato à Prefeitura de São Bernardo em 2016 agitou o cenário político da cidade. Apoiadores do deputado estadual Orlando Morando (PSDB) defenderam renovação nos quadros que o tucanato apresentará ao eleitorado da cidade, integrantes da oposição sustentaram a pluralidade de nomes contrários à gestão Luiz Marinho (PT) e petistas garantem que nada muda na estratégia da sigla para continuar à frente do governo.

Primeiro suplente de vereador do PSDB e aliado de Morando, Júnior Moreira criticou a postura de Dib, afirmando ser a vez do deputado estadual liderar a candidatura do PSDB na cidade. “O Orlando teve 237 mil votos (na reeleição à Assembleia Legislativa). Um líder também é medido pelas urnas”, sintetizou. “Pessoas pediram pela mudança no País e em São Bernardo, quando apostaram no Aécio (Neves, candidato a presidente pelo PSDB). Quem representa mais a mudança? Com certeza é o Orlando. Ele (Dib) tenta desunir a oposição”, adicionou o tucano.

Vereador do PPS, Manuel Martins disse que, para fortalecimento da democracia e crescimento da oposição, a candidatura de Dib é bem-vinda. “Avalio como positivo esse desejo dele. Sabemos que o PPS também terá candidato (a prefeito).”

Dib foi o primeiro integrante da oposição a Marinho a revelar publicamente vontade de ser candidato a prefeito em 2016. Em entrevista exclusiva ao Diário, relatou que seu projeto será pelo PSDB – “é líquido e certo” – e não descartou realização de prévias caso haja mais nomes do partido que queiram representar a legenda na corrida municipal daqui a dois anos.

“Acho que é questão do partido definir. É importante que o partido tenha muitas alternativas. Ninguém está desmerecendo ninguém, tenho o maior respeito por todos que estão no PSDB, e isso é natural do processo democrático. O que vai acontecer é muito cedo para definir. Dois anos são eternidade na política. Havendo mais de um candidato, a norma do partido é ter prévia. E estou disposto a debater isso”, ponderou Dib.

Especula-se que a oposição tenha vários representantes no pleito como forma de minimizar a força do postulante apresentado por Marinho. São ventiladas as candidaturas de Morando, do deputado federal eleito Alex Manente (PPS) e, agora, a de Dib.

José Luiz Ferrarezi, vereador do PT, considerou que a intenção de Dib em sair candidato ao Executivo não muda estratégia do petismo. “Creio que São Bernardo terá nomes fortes em 2016 e o PT tem de se organizar para apresentar nome forte à sociedade, independentemente de quem seja o rival. (O anúncio de Dib) Não muda absolutamente nada”, adiantou o petista. “É algo que eles (oposição) terão de discutir, no partido deles.”

Dib foi prefeito de São Bernardo de 2002 a 2008, exercendo mandato pelo PSB. À época, herdou governo de Maurício Soares (hoje no PT) e foi reeleito com 76,37% dos votos em 2004, vencendo Vicente Paulo da Silva, o Vicentinho (PT). 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;