Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 19 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Suposto chefe da ETA é levado a Paris


Do Diário do Grande ABC

16/09/2000 | 13:00


O suposto chefe da ETA, Ignacio Gracia Arregui, detido na sexta-feira em Bidart, Sul da França, foi levado na manha deste sábado a Paris, onde será interrogado nas instalaçoes da Divisao Nacional antiterrorista.

Arregui é procurado na Espanha, país que lançou contra ele quatro ordens internacionais de prisao (17 fevereiro de 1981, 27 de fevereiro de 1987, 31 de maio de 1994 e 16 de agosto de 1995).

Também foi condenado à revelia a cinco anos de prisao por associaçao para delinqüir pelo Tribunal de Paris, em junho de 1997.

A condenaçao à revelia será notificada a Arregui, que ainda pode apelar. Se nao apelar, a condenaçao se tornará definitiva e, entao, o réu terá de pagar sua pena na França, antes de ser entregue às autoridades judiciais espanholas.

Caso contrário, se apelar, o procedimento francês se reiniciará e Arregui poderá ficar provisoriamente detido, à espera de comparecer novamente ante o tribunal.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Suposto chefe da ETA é levado a Paris

Do Diário do Grande ABC

16/09/2000 | 13:00


O suposto chefe da ETA, Ignacio Gracia Arregui, detido na sexta-feira em Bidart, Sul da França, foi levado na manha deste sábado a Paris, onde será interrogado nas instalaçoes da Divisao Nacional antiterrorista.

Arregui é procurado na Espanha, país que lançou contra ele quatro ordens internacionais de prisao (17 fevereiro de 1981, 27 de fevereiro de 1987, 31 de maio de 1994 e 16 de agosto de 1995).

Também foi condenado à revelia a cinco anos de prisao por associaçao para delinqüir pelo Tribunal de Paris, em junho de 1997.

A condenaçao à revelia será notificada a Arregui, que ainda pode apelar. Se nao apelar, a condenaçao se tornará definitiva e, entao, o réu terá de pagar sua pena na França, antes de ser entregue às autoridades judiciais espanholas.

Caso contrário, se apelar, o procedimento francês se reiniciará e Arregui poderá ficar provisoriamente detido, à espera de comparecer novamente ante o tribunal.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;