Fechar
Publicidade

Sábado, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Esta eleição será meu recomeço, diz Vanessa

Divulgação Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Após caso de agressão e cassação, ex-deputada volta às urnas citando virtudes antigas e nova força


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

12/09/2020 | 23:00


A ex-deputada estadual Vanessa Damo (MDB) entra pela segunda vez na disputa pela Prefeitura de Mauá com legado de 16 anos dedicados à vida pública, mas considera o pleito deste ano um recomeço. Confirmada como prefeiturável do MDB, ela está em nova fase, de vida e política, garantindo manter virtudes que ajudaram-na a conquistar mandato na Câmara de Mauá e na Assembleia Legislativa, mas com outra versão do encarar a política.

Os últimos anos foram de completa transformação para Vanessa. Perdeu o cargo de deputada – cassada pela distribuição de panfletos apócrifos em 2012 na disputa contra Donisete Braga (PDT) – e se separou em 2017, denunciando o ex-marido, Júnior Orosco (PDT), de agressões físicas e psicológicas. Após tempo distante da política, assegurou estar em momento “totalmente diferente”.

“É recomeço como ser humano, como mulher, como pessoa pública. Resignifiquei vários valores, passei a ver o que vale a pena. (Resgatei a partir de) Fé muito grande, da força da minha família, das minhas filhas, dos meus pais (os ex-prefeitos Leonel Damo e Alaíde Damo). Eu me transformei com todo sofrimento. Sou um ser humano melhor, com algo a mais para oferecer”, avaliou. “Mas mantive traços importantes que tinha no passado. Um deles, a palavra. O outro, o olhar no olho das pessoas, cumprir sempre o que digo. Por isso consigo voltar a casa das pessoas agora.”

Vanessa disse também que vai evocar o legado da curta passagem de sua mãe, Alaíde, no comando do Paço – ela, como vice, assumiu a Prefeitura nas prisões e cassação do prefeito Atila Jacomussi (PSB). A emedebista citou o encaminhamento dos acordos com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Município de Mauá) e da FUABC (Fundação do ABC). O vice não está fechado. “Errei no meu casamento pessoal e não quero errar neste casamento político. Faço parte de um grupo, mas tenho as rédeas.”



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Esta eleição será meu recomeço, diz Vanessa

Após caso de agressão e cassação, ex-deputada volta às urnas citando virtudes antigas e nova força

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

12/09/2020 | 23:00


A ex-deputada estadual Vanessa Damo (MDB) entra pela segunda vez na disputa pela Prefeitura de Mauá com legado de 16 anos dedicados à vida pública, mas considera o pleito deste ano um recomeço. Confirmada como prefeiturável do MDB, ela está em nova fase, de vida e política, garantindo manter virtudes que ajudaram-na a conquistar mandato na Câmara de Mauá e na Assembleia Legislativa, mas com outra versão do encarar a política.

Os últimos anos foram de completa transformação para Vanessa. Perdeu o cargo de deputada – cassada pela distribuição de panfletos apócrifos em 2012 na disputa contra Donisete Braga (PDT) – e se separou em 2017, denunciando o ex-marido, Júnior Orosco (PDT), de agressões físicas e psicológicas. Após tempo distante da política, assegurou estar em momento “totalmente diferente”.

“É recomeço como ser humano, como mulher, como pessoa pública. Resignifiquei vários valores, passei a ver o que vale a pena. (Resgatei a partir de) Fé muito grande, da força da minha família, das minhas filhas, dos meus pais (os ex-prefeitos Leonel Damo e Alaíde Damo). Eu me transformei com todo sofrimento. Sou um ser humano melhor, com algo a mais para oferecer”, avaliou. “Mas mantive traços importantes que tinha no passado. Um deles, a palavra. O outro, o olhar no olho das pessoas, cumprir sempre o que digo. Por isso consigo voltar a casa das pessoas agora.”

Vanessa disse também que vai evocar o legado da curta passagem de sua mãe, Alaíde, no comando do Paço – ela, como vice, assumiu a Prefeitura nas prisões e cassação do prefeito Atila Jacomussi (PSB). A emedebista citou o encaminhamento dos acordos com a Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Município de Mauá) e da FUABC (Fundação do ABC). O vice não está fechado. “Errei no meu casamento pessoal e não quero errar neste casamento político. Faço parte de um grupo, mas tenho as rédeas.”

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;