Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Mauaense vence Flamengo e ainda luta contra queda


Divanei Guazzelli
Do Diário do Grande ABC

16/04/2006 | 12:16


O Grêmio Mauaense continua vivo na tentativa de assegurar permanência na Série A-3 do Campeonato Paulista. Com a vitória por 3 a 1 sobre o Flamengo, de Guarulhos, sábado pela manhã, no estádio Pedro Benedetti, em Mauá, a equipe do Grande ABC torce neste domingo por resultados negativos de Itararé e Primavera para disputar a última rodada, dia 23, em condições de evitar o rebaixamento. A única possibilidade de a queda do Mauaense (16 pontos ganhos) ocorrer neste domingo é o Itararé (18) derrotar o São Vicente, em São Vicente, e o Primavera (17) ganhar do São José, em Indaiatuba. O São Bernardo, o outro representante do Grande ABC, vive situação oposta: classificado por antecipação, enfrenta o Independente neste domingo, às 16h, em Limeira, na tentativa de manter a primeira colocação do Grupo 2.

No primeiro tempo do jogo de sábado, o descenso parecia inevitável. O Mauaense marcou primeiro, aos 24 minutos, com o atacante Emerson, após jogada do lateral-esquerdo Adriano Asprilla e do meia Alê, mas o Flamengo empatou aos 36, numa cobrança de falta de Procópio.

Expulsões – A situação se alterou no segundo tempo, quando o Flamengo perdeu dois jogadores nos sete minutos iniciais, André Luiz e Evandro, expulsos após cometerem faltas. Assim que o jogo foi reiniciado, depois da segunda expulsão, o Mauaense fez o segundo gol, aos 10 minutos: Adriano Asprilla cobrou escanteio, Vágner cabeceou no travessão e, no rebote, Alê ampliou.

A partida já era, a rigor, de uma só equipe quando Indio aumentou aos 23, depois de lance iniciado novamente por Adriano Asprilla, com o cruzamento de Max. O Flamengo ainda teve uma terceira expulsão, a de Éder, também por falta considerada violenta pelo árbitro Alexandre Pivoto Camargo, o que consolidou um resultado quem sabe marcante para evitar a queda do Mauaense à Segunda Divisão de 2007.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mauaense vence Flamengo e ainda luta contra queda

Divanei Guazzelli
Do Diário do Grande ABC

16/04/2006 | 12:16


O Grêmio Mauaense continua vivo na tentativa de assegurar permanência na Série A-3 do Campeonato Paulista. Com a vitória por 3 a 1 sobre o Flamengo, de Guarulhos, sábado pela manhã, no estádio Pedro Benedetti, em Mauá, a equipe do Grande ABC torce neste domingo por resultados negativos de Itararé e Primavera para disputar a última rodada, dia 23, em condições de evitar o rebaixamento. A única possibilidade de a queda do Mauaense (16 pontos ganhos) ocorrer neste domingo é o Itararé (18) derrotar o São Vicente, em São Vicente, e o Primavera (17) ganhar do São José, em Indaiatuba. O São Bernardo, o outro representante do Grande ABC, vive situação oposta: classificado por antecipação, enfrenta o Independente neste domingo, às 16h, em Limeira, na tentativa de manter a primeira colocação do Grupo 2.

No primeiro tempo do jogo de sábado, o descenso parecia inevitável. O Mauaense marcou primeiro, aos 24 minutos, com o atacante Emerson, após jogada do lateral-esquerdo Adriano Asprilla e do meia Alê, mas o Flamengo empatou aos 36, numa cobrança de falta de Procópio.

Expulsões – A situação se alterou no segundo tempo, quando o Flamengo perdeu dois jogadores nos sete minutos iniciais, André Luiz e Evandro, expulsos após cometerem faltas. Assim que o jogo foi reiniciado, depois da segunda expulsão, o Mauaense fez o segundo gol, aos 10 minutos: Adriano Asprilla cobrou escanteio, Vágner cabeceou no travessão e, no rebote, Alê ampliou.

A partida já era, a rigor, de uma só equipe quando Indio aumentou aos 23, depois de lance iniciado novamente por Adriano Asprilla, com o cruzamento de Max. O Flamengo ainda teve uma terceira expulsão, a de Éder, também por falta considerada violenta pelo árbitro Alexandre Pivoto Camargo, o que consolidou um resultado quem sabe marcante para evitar a queda do Mauaense à Segunda Divisão de 2007.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;