Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 16 de Maio

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Bancários da região param 130
agências no sétimo dia de greve

Maior parte dos bancos fechados foi em S.Bernardo, onde se
concentrou a mobilização do Sindicato dos Bancários do ABC


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

25/09/2012 | 07:05


Houve paralisação ontem em 130 agências bancárias na região - ou seja, 35% do total de 370 -, com 1.750 trabalhadores, os quais representam 23% do total de 7.500 nos sete municípios, informou o Sindicato dos Bancários do ABC. A maior parte dos estabelecimentos fechados foi em São Bernardo, onde se concentrou a mobilização da entidade.

Segundo o presidente do sindicato, Eric Nilson, apesar de o percentual de adesões ao movimento ainda ser pequeno, tem aumentado desde que a greve teve início, há sete dias. "Começamos com 45 agências paradas, vamos sempre ampliando, a ideia é ir num crescente", afirma. As paralisações vão prosseguir. A Contraf-CUT (Comando Nacional dos Trabalhadores do Sistema Financeiro), do qual Nilson faz parte e que conduz as negociações com a Fenaban (Federação Nacional dos Bancos), aguarda que a entidade patronal apresente nova proposta. A primeira e única feita pela federação (6% de reajuste) ocorreu no dia 28 de agosto. A categoria reivindica índice de 10,25% (reposição da inflação mais aumento real de 5%).

PROBLEMAS - Para muitas pessoas que foram em busca dos serviços dos bancos ontem em São Bernardo, foi possível obter o atendimento, para saques e depósitos, por exemplo, por meio dos caixas eletrônicos. No entanto, alguns clientes sentiram dificuldades com a paralisação. "A greve coincidiu com o fato de o meu banco colocar mais limites de uso mensal dos caixas eletrônicos", disse o engenheiro Edmar Reis. A farmacêutica Eliane Araújo, por sua vez, reclamou que não conseguiu pagar uma conta.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;