Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 24 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Jorge Oliveira deve deixar área jurídica do governo após aprovação no Senado



20/10/2020 | 07:05


O Planalto já definiu a estratégia para substituir o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, indicado para o Tribunal de Contas da União. A ideia é que, uma vez aprovado pelo Senado, Oliveira dê início imediato à transição na Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ), uma das áreas mais importantes do governo e que está sob seu comando.

Oliveira será sabatinado nesta terça-feira, 20, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. A votação no plenário deve ocorrer amanhã. Até agora, o nome mais cotado para substituir Oliveira na SAJ é o de Pedro Sousa, chefe de gabinete de Jair Bolsonaro. Já o comando da Secretaria-Geral só deverá ser trocado no fim do ano.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jorge Oliveira deve deixar área jurídica do governo após aprovação no Senado


20/10/2020 | 07:05


O Planalto já definiu a estratégia para substituir o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Jorge Oliveira, indicado para o Tribunal de Contas da União. A ideia é que, uma vez aprovado pelo Senado, Oliveira dê início imediato à transição na Subchefia de Assuntos Jurídicos (SAJ), uma das áreas mais importantes do governo e que está sob seu comando.

Oliveira será sabatinado nesta terça-feira, 20, na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado. A votação no plenário deve ocorrer amanhã. Até agora, o nome mais cotado para substituir Oliveira na SAJ é o de Pedro Sousa, chefe de gabinete de Jair Bolsonaro. Já o comando da Secretaria-Geral só deverá ser trocado no fim do ano.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;