Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Varejo estima superar
vendas do Dia das Mães

No Dia dos Namorados lojistas esperam resultados melhores
do que no Dia das Mães; o valor gasto pelos casais é maior


Erica Martin

03/06/2012 | 06:49


O crescimento tímido do PIB (Produto Interno Bruto) - indicador que reúne todas as riquezas do País - de 0,2% no primeiro trimestre deste ano em relação ao quarto trimestre de 2011, não abalou as expectativas dos lojistas da região em relação às vendas para o Dia dos Namorados. Eles estão esperando resultados até melhores do que os registrados no Dia das Mães, a segunda melhor data para o comércio, atrás do Natal.

A gerente da loja de bolsas e calçados Capri Show, localizada no Shopping Metrópole, Maria Lopes, explica que as vendas devem ultrapassar em 20% o valor registrado na mesma data do ano passado e 10% na comparação com o Dia das Mães. O que justifica a expectativa mais otimista em relação a maio é o valor desembolsado. De acordo com pesquisa do Observatório Econômico da Universidade Metodista de São Paulo, divulgada na semana passada, os apaixonados devem gastar em média R$ 190,55 com o presente. Enquanto isso, no Dia das Mães o desembolso médio foi de R$ 118,87.

O auxiliar técnico Raphael Gorri, 19 anos, ainda não sabe o que vai comprar para a namorada, a operadora de telemarketing Raiane Gomes, 18 anos, mas os dois não têm dúvidas de que trocarão presentes no dia 12. "No ano passado comprei uma cesta com itens de banho para ela e gastei R$ 250", diz. Por outro lado, Gorri confessa que não comprou nada para a mãe no mês passado. "O namorado e a namorada não têm dó de gastar um com o outro, mas para mãe é só uma lembrança", comenta a proprietária da Água de Cheiro instalada no Mauá Plaza Shopping, Kelly Clementino.

A empresária conta que enquanto os casais gastam em média R$ 70 com presentes em sua loja, os filhos, por outro lado, desembolsam apenas R$ 40 com mimos para dar à mãe. Por conta disso, Kelly espera incremento de 30% nas vendas em relação ao Dia dos Namorados comemorado em 2011 e de até 15% em relação ao Dia das Mães deste ano.

A corretora de seguros Amanda Esquiante, 29 anos, e o namorado, o representante comercial Fábio Jacopucci, 33 anos, estão há cinco meses juntos. Eles pagaram R$ 400 no par de alianças para comemorar a data, mas os gastos não vão parar por aí. O casal já comprou passagens e reservou hotel para curtir o momento em Curitiba e espera gastar R$ 1.000. "Na comparação com outras datas, quem recebe os presentes mais caros são os namorados", explica o professor de Economia da Metodista Sandro Maskio.

CIDADES - Segundo o diretor de comércio da Ace (Associação Comercial e Empresarial de Diadema), Maximino de Almeida, a expectativa dos comerciantes da cidade é que as vendas aumentem entre 5% e 10% na comparação ao mesmo período do ano passado, entre os dias 7 e 12.

O presidente da Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André), Evenson Dotto, espera expansão de 8% na comercialização dos produtos. Mas, de acordo com ele, o avanço ainda não está relacionado às reduções dos custos do crédito anunciadas pelos bancos nos últimos dois meses. "A diminuição dos juros ainda não chegou com força para o consumidor final e para empresários."

O presidente da Acisbec (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo), Valter Moura, também prevê resultado otimista para a cidade. Ele acredita em incremento de 15% no volume de vendas, principalmente por conta do valor médio gasto em 2011 de R$ 130 e que poderá chegar a R$ 200 neste ano. "A expectativa de aumento também se deve ao fato do feriado de Corpus Christi anteceder a data, que estimula o consumo de restaurantes, por exemplo, antes do dia de comemoração."

Em Mauá, a expectativa do presidente da Aciam (Associação Comercial e Industrial de Mauá), Antônio Corrêa, é que a elevação das comercializações para o Dia dos Namorados atinja 3%. Lembrando que São Bernardo, Santo André, Mauá e Diadema são os municípios preferidos para compra, segundo pesquisa da Metodista.

 

CAMPANHAS - O Shopping Praça da Moça, em Diadema, Mauá Plaza Shopping, Park Shopping São Caetano, Metrópole, em São Bernardo, Grand Plaza Shopping e o Shopping ABC, os dois últimos em Santo André, têm promoções especiais para os casais, que vão desde prêmios até a possibilidade de gravar declarações de amor

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Varejo estima superar
vendas do Dia das Mães

No Dia dos Namorados lojistas esperam resultados melhores
do que no Dia das Mães; o valor gasto pelos casais é maior

Erica Martin

03/06/2012 | 06:49


O crescimento tímido do PIB (Produto Interno Bruto) - indicador que reúne todas as riquezas do País - de 0,2% no primeiro trimestre deste ano em relação ao quarto trimestre de 2011, não abalou as expectativas dos lojistas da região em relação às vendas para o Dia dos Namorados. Eles estão esperando resultados até melhores do que os registrados no Dia das Mães, a segunda melhor data para o comércio, atrás do Natal.

A gerente da loja de bolsas e calçados Capri Show, localizada no Shopping Metrópole, Maria Lopes, explica que as vendas devem ultrapassar em 20% o valor registrado na mesma data do ano passado e 10% na comparação com o Dia das Mães. O que justifica a expectativa mais otimista em relação a maio é o valor desembolsado. De acordo com pesquisa do Observatório Econômico da Universidade Metodista de São Paulo, divulgada na semana passada, os apaixonados devem gastar em média R$ 190,55 com o presente. Enquanto isso, no Dia das Mães o desembolso médio foi de R$ 118,87.

O auxiliar técnico Raphael Gorri, 19 anos, ainda não sabe o que vai comprar para a namorada, a operadora de telemarketing Raiane Gomes, 18 anos, mas os dois não têm dúvidas de que trocarão presentes no dia 12. "No ano passado comprei uma cesta com itens de banho para ela e gastei R$ 250", diz. Por outro lado, Gorri confessa que não comprou nada para a mãe no mês passado. "O namorado e a namorada não têm dó de gastar um com o outro, mas para mãe é só uma lembrança", comenta a proprietária da Água de Cheiro instalada no Mauá Plaza Shopping, Kelly Clementino.

A empresária conta que enquanto os casais gastam em média R$ 70 com presentes em sua loja, os filhos, por outro lado, desembolsam apenas R$ 40 com mimos para dar à mãe. Por conta disso, Kelly espera incremento de 30% nas vendas em relação ao Dia dos Namorados comemorado em 2011 e de até 15% em relação ao Dia das Mães deste ano.

A corretora de seguros Amanda Esquiante, 29 anos, e o namorado, o representante comercial Fábio Jacopucci, 33 anos, estão há cinco meses juntos. Eles pagaram R$ 400 no par de alianças para comemorar a data, mas os gastos não vão parar por aí. O casal já comprou passagens e reservou hotel para curtir o momento em Curitiba e espera gastar R$ 1.000. "Na comparação com outras datas, quem recebe os presentes mais caros são os namorados", explica o professor de Economia da Metodista Sandro Maskio.

CIDADES - Segundo o diretor de comércio da Ace (Associação Comercial e Empresarial de Diadema), Maximino de Almeida, a expectativa dos comerciantes da cidade é que as vendas aumentem entre 5% e 10% na comparação ao mesmo período do ano passado, entre os dias 7 e 12.

O presidente da Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André), Evenson Dotto, espera expansão de 8% na comercialização dos produtos. Mas, de acordo com ele, o avanço ainda não está relacionado às reduções dos custos do crédito anunciadas pelos bancos nos últimos dois meses. "A diminuição dos juros ainda não chegou com força para o consumidor final e para empresários."

O presidente da Acisbec (Associação Comercial e Industrial de São Bernardo), Valter Moura, também prevê resultado otimista para a cidade. Ele acredita em incremento de 15% no volume de vendas, principalmente por conta do valor médio gasto em 2011 de R$ 130 e que poderá chegar a R$ 200 neste ano. "A expectativa de aumento também se deve ao fato do feriado de Corpus Christi anteceder a data, que estimula o consumo de restaurantes, por exemplo, antes do dia de comemoração."

Em Mauá, a expectativa do presidente da Aciam (Associação Comercial e Industrial de Mauá), Antônio Corrêa, é que a elevação das comercializações para o Dia dos Namorados atinja 3%. Lembrando que São Bernardo, Santo André, Mauá e Diadema são os municípios preferidos para compra, segundo pesquisa da Metodista.

 

CAMPANHAS - O Shopping Praça da Moça, em Diadema, Mauá Plaza Shopping, Park Shopping São Caetano, Metrópole, em São Bernardo, Grand Plaza Shopping e o Shopping ABC, os dois últimos em Santo André, têm promoções especiais para os casais, que vão desde prêmios até a possibilidade de gravar declarações de amor

 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;