Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Integrantes do MST realizam protesto em Pernambuco


Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

03/02/2006 | 12:11


Cerca de 300 famílias ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) participam nesta sexta-feira de um protesto contra o pedido de prisão preventiva expedida contra cinco líderes do movimento,em Gameleira, na Zona da Mata de Pernambuco.

Representantes de entidades de Direitos Humanos, parlamentares federais e estaduais, estudantes e líderes sindicais também participam do ato.

Apenas um dos cinco agricultores foi detido até o momento e encaminhado ao presídio de Palmares. Eles são acusados de sete crimes, incluindo invasão de propriedade privada e formação de quadrilha, durante uma tentativa de ocupação do engenho Pereira Grande, da Usina Estreliana, em novembro do ano passado.


Segundo o coordenador estadual do MST, Joba Alves, as acusações são infundadas, pois a área já havia sido declarada improdutiva e desapropriada pelo governo federal. Os advogados do MST irão solicitar ainda nesta terça a revogação dos pedidos de prisão à juíza Dulciana Maciel e ao promotor Waldir Mendonça, no fórum de Gameleira.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Integrantes do MST realizam protesto em Pernambuco

Do Diário OnLine
Com Agência Brasil

03/02/2006 | 12:11


Cerca de 300 famílias ligadas ao MST (Movimento dos Trabalhadores Sem Terra) participam nesta sexta-feira de um protesto contra o pedido de prisão preventiva expedida contra cinco líderes do movimento,em Gameleira, na Zona da Mata de Pernambuco.

Representantes de entidades de Direitos Humanos, parlamentares federais e estaduais, estudantes e líderes sindicais também participam do ato.

Apenas um dos cinco agricultores foi detido até o momento e encaminhado ao presídio de Palmares. Eles são acusados de sete crimes, incluindo invasão de propriedade privada e formação de quadrilha, durante uma tentativa de ocupação do engenho Pereira Grande, da Usina Estreliana, em novembro do ano passado.


Segundo o coordenador estadual do MST, Joba Alves, as acusações são infundadas, pois a área já havia sido declarada improdutiva e desapropriada pelo governo federal. Os advogados do MST irão solicitar ainda nesta terça a revogação dos pedidos de prisão à juíza Dulciana Maciel e ao promotor Waldir Mendonça, no fórum de Gameleira.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;