Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 18 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Admir questiona Alaíde sobre quebra de ordem cronológica

Líder do governo em Mauá também reconhece que é injusto furar fila para favorecer só uma empresa


Júnior Carvalho
Do Diário do Grande ABC

22/05/2019 | 07:00


Com voto de todos os vereadores, a Câmara de Mauá aprovou requerimento de Admir Jacomussi (PRP) que questiona a prefeita Alaíde Damo (MDB) sobre as frequentes quebras de ordem cronológica de pagamento.

Pai do prefeito cassado Atila Jacomussi (PSB), Admir diz que o questionamento não se dá “sobre a legalidade”, mas sobre o critério usado pela gestão Alaíde. “Ela ouviu os demais fornecedores antes de quebrar a ordem para pagar uma outra empresa por questão de desconto?”, indagou. O próprio líder do governo, Chico do Judô (Patriota), admitiu que a iniciativa “é injusta” com as demais empresas, mas ponderou que seu uso é legal.

Alaíde furou fila para pagar firmas alvos da Operação Trato Feito, entre elas a Geométrica Engenharia de Projetos. Na justificativa, consta pagamento devido a desconto de 20% dado pela empresa. 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;