Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Jardim Silvina faz protesto para pedir asfalto


Ana Carolina Negrão
Especial para o Diário

10/06/2006 | 07:11


Cerca de 20 pessoas se reuniram ontem à tarde na passagem Theles de Menezes, no Jardim Silvina, em São Bernardo, para reivindicar melhorias ao bairro. A principal reivindicação é o asfaltamento das ruas do bairro. Outra reclamação é a falta de muros de arrimo e defensas na beira do ribeirão dos Couros.

A dona-de-casa Maria Aparecida Bezerra, 44 anos, diz que sofre com os ratos, aranhas e cobras, que saem do córrego. "Há quatro meses fui mordida por uma ratazana. Neste dia, uma prima estava me visitando. Ela estava grávida de oito meses e quando viu o rato ficou tão nervosa que o bebê nasceu naquele mesmo dia", afirmou. Há dois meses Maria encontrou uma cobra na porta de casa.

Devido a ausência de muros de arrimo, as margens da rua estão afundando. Os moradores dizem que veículos já caíram no córrego sem proteção. "Meu marido estava passando e quando desviou de uma moto perdeu o controle e caiu dentro do rio", conta a dona-de-casa Leoni Alves Barros Santos, 62 anos.

Para pressionar a Prefeitura, os moradores fizeram um abaixo-assinado. Em 2003, o documento foi entregue à Câmara Municipal de São Bernardo. O projeto de canalização do córrego foi aprovado, mas até hoje as obras não foram realizadas.

Segundo os moradores, a rua que sempre esteve em péssimas condições piorou depois que a Sabesp realizou obras de expansão da rede de abastacimento. "Há duas semanas quebraram tudo e tiraram parte do asfalto da outra rua que faz esquina com a Theles", explica a secretária da Sociedade de Amigos do Jardim Silvina, Eva Miro, 44 anos.

Segundo a autarquia, as obras realizadas eram de expansão da rede de abastecimento de água e, logo após concluídas, foram jogados cascalhos na rua. Mesmo assim, a autarquia informou que irá mandar ao local uma equipe hoje.

A Prefeitura informou que o Departamento de Engenharia de Tráfego enviará na semana que vem um técnico ao local para verificar as condições do asfalto para realização dos reparos. Em relação ao córrego, a assessoria de imprensa informou que já existe projeto para a canalização de todo o ribeirão dos Couros, mas não informou se há previsão de concretizar a obra.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Jardim Silvina faz protesto para pedir asfalto

Ana Carolina Negrão
Especial para o Diário

10/06/2006 | 07:11


Cerca de 20 pessoas se reuniram ontem à tarde na passagem Theles de Menezes, no Jardim Silvina, em São Bernardo, para reivindicar melhorias ao bairro. A principal reivindicação é o asfaltamento das ruas do bairro. Outra reclamação é a falta de muros de arrimo e defensas na beira do ribeirão dos Couros.

A dona-de-casa Maria Aparecida Bezerra, 44 anos, diz que sofre com os ratos, aranhas e cobras, que saem do córrego. "Há quatro meses fui mordida por uma ratazana. Neste dia, uma prima estava me visitando. Ela estava grávida de oito meses e quando viu o rato ficou tão nervosa que o bebê nasceu naquele mesmo dia", afirmou. Há dois meses Maria encontrou uma cobra na porta de casa.

Devido a ausência de muros de arrimo, as margens da rua estão afundando. Os moradores dizem que veículos já caíram no córrego sem proteção. "Meu marido estava passando e quando desviou de uma moto perdeu o controle e caiu dentro do rio", conta a dona-de-casa Leoni Alves Barros Santos, 62 anos.

Para pressionar a Prefeitura, os moradores fizeram um abaixo-assinado. Em 2003, o documento foi entregue à Câmara Municipal de São Bernardo. O projeto de canalização do córrego foi aprovado, mas até hoje as obras não foram realizadas.

Segundo os moradores, a rua que sempre esteve em péssimas condições piorou depois que a Sabesp realizou obras de expansão da rede de abastacimento. "Há duas semanas quebraram tudo e tiraram parte do asfalto da outra rua que faz esquina com a Theles", explica a secretária da Sociedade de Amigos do Jardim Silvina, Eva Miro, 44 anos.

Segundo a autarquia, as obras realizadas eram de expansão da rede de abastecimento de água e, logo após concluídas, foram jogados cascalhos na rua. Mesmo assim, a autarquia informou que irá mandar ao local uma equipe hoje.

A Prefeitura informou que o Departamento de Engenharia de Tráfego enviará na semana que vem um técnico ao local para verificar as condições do asfalto para realização dos reparos. Em relação ao córrego, a assessoria de imprensa informou que já existe projeto para a canalização de todo o ribeirão dos Couros, mas não informou se há previsão de concretizar a obra.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;