Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Presidente da Petrobras diz que gá boliviano vai aumentar 11%


Da Agência Brasil

10/06/2006 | 13:28


Preço do gás boliviano deverá sofrer aumento de 11% a partir de 1º de julho. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, pelo presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, durante entrevista em Amsterdã, na Holanda. Segundo ele, o reajuste é trimestral e está previsto em contrato.

Atualmente, o Brasil produz cerca de 15 milhões de metros cúbicos de gás por dia e importa, diariamente, cerca de 30 milhões de metros cúbicos da Bolívia. Estados como São Paulo são abastecidos hoje com 70% do gás boliviano.

Em maio, segundo o diretor de Gás e Energia da estatal, Ildo Sauer, o Brasil pagava cerca de US$ 3,43 por cada um dos 16 milhões de BTUs (unidade internacional de comercialização do gás) importados daquele país, valor relativo ao contrato de 1996. "Para cada um dos outros 14 milhões de BTUs, pagamos US$ 4,21, referentes ao adicional do contrato de 2000. O transporte implica mais US$ 1,7 por milhão de BTUs", informou, na ocasião.

O Plano de Negócios da estatal para o período de 2006 a 2010, prevê investimentos de US$ 16 bilhões em gás natural com o objetivo de aumentar a oferta interna do produto para 70 milhões de metros cúbicos diários.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Presidente da Petrobras diz que gá boliviano vai aumentar 11%

Da Agência Brasil

10/06/2006 | 13:28


Preço do gás boliviano deverá sofrer aumento de 11% a partir de 1º de julho. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, pelo presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, durante entrevista em Amsterdã, na Holanda. Segundo ele, o reajuste é trimestral e está previsto em contrato.

Atualmente, o Brasil produz cerca de 15 milhões de metros cúbicos de gás por dia e importa, diariamente, cerca de 30 milhões de metros cúbicos da Bolívia. Estados como São Paulo são abastecidos hoje com 70% do gás boliviano.

Em maio, segundo o diretor de Gás e Energia da estatal, Ildo Sauer, o Brasil pagava cerca de US$ 3,43 por cada um dos 16 milhões de BTUs (unidade internacional de comercialização do gás) importados daquele país, valor relativo ao contrato de 1996. "Para cada um dos outros 14 milhões de BTUs, pagamos US$ 4,21, referentes ao adicional do contrato de 2000. O transporte implica mais US$ 1,7 por milhão de BTUs", informou, na ocasião.

O Plano de Negócios da estatal para o período de 2006 a 2010, prevê investimentos de US$ 16 bilhões em gás natural com o objetivo de aumentar a oferta interna do produto para 70 milhões de metros cúbicos diários.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;