Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 29 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Caixa-preta de avião que caiu no Acre é enviada à Embraer


Do Diário OnLine

03/09/2002 | 11:21


A caixa-preta do avião que caiu no Acre no dia 30 de agosto foi enviada para a Embraer nesta terça-feira. No acidente, morreram 23 pessoas. Dois dos oito sobreviventes estão em estado grave, internados no Hospital Nove de Julho, em São Paulo.

O Departamento de Aviação Civil (DAC) determinou na segunda-feira que fossem removidas nove toneladas de destroços do avião da Rico, que caiu numa fazenda a 3 km do aeroporto de Rio Branco (AC).

A aeronave decolou de Cruzeiro do Sul, a 650 km da capital do Acre, e fez uma escala em Tarauacá, a 330 km de Rio Branco. Segundo a torre de controle do Aeroporto de Rio Branco, o avião sobrevoou a pista e tentou pousar debaixo de forte temporal. Como não conseguiu aterrissar, o piloto manobrou por cima da pista e voltou em sentido contrário tentando pousar, mas não alcançou novamente a pista.

Entre os mortos estão o deputado federal Ildefonço Cordeiro (PSDB), que era candidato à reeleição, e sua mulher, Arlete de Souza, o coordenador regional da Fundação Nacional de Saúde, Aílton Rodrigues e o vereador Luis Maciel da Costa. O comandante e o co-piloto morreram presos às ferragens.

O resultado das investigações sobre as causas do acidente devem ser concluídas em 30 dias.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Caixa-preta de avião que caiu no Acre é enviada à Embraer

Do Diário OnLine

03/09/2002 | 11:21


A caixa-preta do avião que caiu no Acre no dia 30 de agosto foi enviada para a Embraer nesta terça-feira. No acidente, morreram 23 pessoas. Dois dos oito sobreviventes estão em estado grave, internados no Hospital Nove de Julho, em São Paulo.

O Departamento de Aviação Civil (DAC) determinou na segunda-feira que fossem removidas nove toneladas de destroços do avião da Rico, que caiu numa fazenda a 3 km do aeroporto de Rio Branco (AC).

A aeronave decolou de Cruzeiro do Sul, a 650 km da capital do Acre, e fez uma escala em Tarauacá, a 330 km de Rio Branco. Segundo a torre de controle do Aeroporto de Rio Branco, o avião sobrevoou a pista e tentou pousar debaixo de forte temporal. Como não conseguiu aterrissar, o piloto manobrou por cima da pista e voltou em sentido contrário tentando pousar, mas não alcançou novamente a pista.

Entre os mortos estão o deputado federal Ildefonço Cordeiro (PSDB), que era candidato à reeleição, e sua mulher, Arlete de Souza, o coordenador regional da Fundação Nacional de Saúde, Aílton Rodrigues e o vereador Luis Maciel da Costa. O comandante e o co-piloto morreram presos às ferragens.

O resultado das investigações sobre as causas do acidente devem ser concluídas em 30 dias.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;