Fechar
Publicidade

Domingo, 15 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Calderón: G-20 deve promover livre comércio mundial



14/12/2011 | 00:30


O presidente do México, Felipe Calderón, disse ontem que o Grupo dos 20 deve realmente promover o livre comércio, depois de anos de estagnação nas discussões. Afirmou, ainda que os países devem evitar o protecionismo, a fim de combater a crise econômica atual.

 

"Se quisermos recuperar o caminho do crescimento econômico global, temos de abrir mais espaço para comércio e investimento internacionais, e com muito mais audácia", disse Calderón, em seminário. O México será o anfitrião do encontro do G-20, em junho de 2012.

 

Calderón disse que o protecionismo é um obstáculo-chave para as economias emergentes que atingiram elevados níveis de competitividade. Afirmou, ainda, que a promoção do livre comércio será um dos principais objetivos do México, que terá a presidência rotativa do G-20 em 2012. As informações são da Dow Jones.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Calderón: G-20 deve promover livre comércio mundial


14/12/2011 | 00:30


O presidente do México, Felipe Calderón, disse ontem que o Grupo dos 20 deve realmente promover o livre comércio, depois de anos de estagnação nas discussões. Afirmou, ainda que os países devem evitar o protecionismo, a fim de combater a crise econômica atual.

 

"Se quisermos recuperar o caminho do crescimento econômico global, temos de abrir mais espaço para comércio e investimento internacionais, e com muito mais audácia", disse Calderón, em seminário. O México será o anfitrião do encontro do G-20, em junho de 2012.

 

Calderón disse que o protecionismo é um obstáculo-chave para as economias emergentes que atingiram elevados níveis de competitividade. Afirmou, ainda, que a promoção do livre comércio será um dos principais objetivos do México, que terá a presidência rotativa do G-20 em 2012. As informações são da Dow Jones.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;