Fechar
Publicidade

Domingo, 23 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Casarão rosa vai ao chão na Avenida Dom Pedro II

Nário Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Imóvel era alvo de estudo para tombamento, mas agora dará lugar à condomínio residencial


Elaine Granconato
Do Diário do Grande ABC

26/11/2011 | 07:00


O charmoso casarão rosa e branco encravado no cruzamento da Avenida Dom Pedro II com a Rua das Pitangueiras, no bairro Jardim, em Santo André, se transformou em pó ontem. O imóvel particular, alvo de estudo para tombamento pelo Condephaapasa (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico-Urbanístico e Paisagístico de Santo André), em julho de 2010, deverá abrigar condomínio residencial.

A Prefeitura de Santo André informou que, após análise, o conselho deliberou pelo não tombamento do imóvel. Os motivos, no entanto, não foram descritos pelo governo Aidan Ravin (PTB). O que liberou ao proprietário, automaticamente, dar ao bem a finalidade que bem entendesse.

O alvará de demolição foi concedido pelo Departamento de Controle Urbano no dia 10, com validade de seis meses, em nome de Mrad Cohen, segundo a administração municipal. O Condephaapasa também analisou o pedido.

O Diário apurou que o responsável pelo imóvel já entrou com pedido do alvará de construção. A Prefeitura disse não saber para qual finalidade.

Agora, o casarão ficará apenas na memória dos apreciadores do estilo arquitetônico clássico, principalmente dos frequentadores do Parque Celso Daniel, que costumam correr ou caminhar pelo local - o ex-imóvel ficava em frente.

As paredes começaram a ser derrubadas por volta das 8h, ao comando do operador Nivaldo Vieira, 39 anos, residente no Jardim Ana Maria, em Santo André. Ele disse desconhecer os donos e o que será feito no terreno.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Casarão rosa vai ao chão na Avenida Dom Pedro II

Imóvel era alvo de estudo para tombamento, mas agora dará lugar à condomínio residencial

Elaine Granconato
Do Diário do Grande ABC

26/11/2011 | 07:00


O charmoso casarão rosa e branco encravado no cruzamento da Avenida Dom Pedro II com a Rua das Pitangueiras, no bairro Jardim, em Santo André, se transformou em pó ontem. O imóvel particular, alvo de estudo para tombamento pelo Condephaapasa (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Artístico, Arquitetônico-Urbanístico e Paisagístico de Santo André), em julho de 2010, deverá abrigar condomínio residencial.

A Prefeitura de Santo André informou que, após análise, o conselho deliberou pelo não tombamento do imóvel. Os motivos, no entanto, não foram descritos pelo governo Aidan Ravin (PTB). O que liberou ao proprietário, automaticamente, dar ao bem a finalidade que bem entendesse.

O alvará de demolição foi concedido pelo Departamento de Controle Urbano no dia 10, com validade de seis meses, em nome de Mrad Cohen, segundo a administração municipal. O Condephaapasa também analisou o pedido.

O Diário apurou que o responsável pelo imóvel já entrou com pedido do alvará de construção. A Prefeitura disse não saber para qual finalidade.

Agora, o casarão ficará apenas na memória dos apreciadores do estilo arquitetônico clássico, principalmente dos frequentadores do Parque Celso Daniel, que costumam correr ou caminhar pelo local - o ex-imóvel ficava em frente.

As paredes começaram a ser derrubadas por volta das 8h, ao comando do operador Nivaldo Vieira, 39 anos, residente no Jardim Ana Maria, em Santo André. Ele disse desconhecer os donos e o que será feito no terreno.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;