Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Tirone assina documento e obras da Arena Palestra serão retomadas hoje



14/05/2011 | 07:30


Após três dias de paralisação, as obras da Arena Palestra voltarão a ser executadas hoje. O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, assinou ontem escritura que a construtora WTorre esperava, acabando com polêmico imbróglio que chegou a ameaçar a construção do estádio palmeirense.

"Mais uma etapa foi concluída. Agora estamos esperançosos de que dê tudo certo. A partir de segunda-feira deve-se dar um novo ritmo à obra. O Palmeiras fez a sua parte", revelou Tirone, que espera movimentação já a partir de hoje.

A promessa da WTorre é de entregar o novo estádio ao Palmeiras em abril de 2013. A construtora, inclusive, sonha receber jogos da Copa das Confederações, o que dificilmente acontecerá - a Fifa excluiu São Paulo da lista de sedes da competição.

Pelo lado palmeirense, o desejo é ainda maior. Tirone acha que a futura Arena Palestra segue credenciada a receber jogos da Copa de 2014, apesar de São Paulo ter escolhido o novo estádio do Corinthians. "Para alguns jogos, sim. A gente não pode descartar, mas não vai ser nem abertura nem fechamento. O Palmeiras vai estar equipado com essa arena para receber alguns jogos", avisou ele.

 

Diretoria promete quatro reforços

Sem dinheiro, o Palmeiras aposta no conhecimento da comissão técnica para contratar jogadores bons e baratos. Quinta-feira, Felipão se reuniu com o presidente Arnaldo Tirone e com o vice de futebol, Roberto Frizzo, para tratar de reforços. A ideia é contratar dois laterais, um zagueiro e um meia.

"Dentro da realidade do clube, a gente vai tentar, com criatividade, alguns jogadores que tenham qualidade, mas não precisam ser atletas que já chegam com valor muito alto. O Palmeiras não pode fazer loucura, esse momento é de ter os pés no chão", ponderou Tirone, indicando que o torcedor não deve esperar grandes nomes para reforçar a equipe.

Ao assumir a presidência em dezembro, o presidente deixou claro preocupação com a situação financeira. "Nossa prioridade é o time, mas não teremos resultados se não estivermos com contas em dia. Nisso que trabalhamos", disse.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tirone assina documento e obras da Arena Palestra serão retomadas hoje


14/05/2011 | 07:30


Após três dias de paralisação, as obras da Arena Palestra voltarão a ser executadas hoje. O presidente do Palmeiras, Arnaldo Tirone, assinou ontem escritura que a construtora WTorre esperava, acabando com polêmico imbróglio que chegou a ameaçar a construção do estádio palmeirense.

"Mais uma etapa foi concluída. Agora estamos esperançosos de que dê tudo certo. A partir de segunda-feira deve-se dar um novo ritmo à obra. O Palmeiras fez a sua parte", revelou Tirone, que espera movimentação já a partir de hoje.

A promessa da WTorre é de entregar o novo estádio ao Palmeiras em abril de 2013. A construtora, inclusive, sonha receber jogos da Copa das Confederações, o que dificilmente acontecerá - a Fifa excluiu São Paulo da lista de sedes da competição.

Pelo lado palmeirense, o desejo é ainda maior. Tirone acha que a futura Arena Palestra segue credenciada a receber jogos da Copa de 2014, apesar de São Paulo ter escolhido o novo estádio do Corinthians. "Para alguns jogos, sim. A gente não pode descartar, mas não vai ser nem abertura nem fechamento. O Palmeiras vai estar equipado com essa arena para receber alguns jogos", avisou ele.

 

Diretoria promete quatro reforços

Sem dinheiro, o Palmeiras aposta no conhecimento da comissão técnica para contratar jogadores bons e baratos. Quinta-feira, Felipão se reuniu com o presidente Arnaldo Tirone e com o vice de futebol, Roberto Frizzo, para tratar de reforços. A ideia é contratar dois laterais, um zagueiro e um meia.

"Dentro da realidade do clube, a gente vai tentar, com criatividade, alguns jogadores que tenham qualidade, mas não precisam ser atletas que já chegam com valor muito alto. O Palmeiras não pode fazer loucura, esse momento é de ter os pés no chão", ponderou Tirone, indicando que o torcedor não deve esperar grandes nomes para reforçar a equipe.

Ao assumir a presidência em dezembro, o presidente deixou claro preocupação com a situação financeira. "Nossa prioridade é o time, mas não teremos resultados se não estivermos com contas em dia. Nisso que trabalhamos", disse.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;