Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Idoso tenta na Justiça conseguir fornecimento de Viagra pelo SUS



12/08/2006 | 00:05


Um homem de 69 anos de Goiânia fracassou na tentativa de conseguir que o município fornecesse a ele o medicamento Viagra. Ele reivindicou o direito na Justiça alegando que precisava do remédio porque foi acometido de cardiopatia chagásica crônica, hipertensão pulmonar grave e tromboembolismo pulmonar. A recomendação médica seria a de tomar um comprimido de Viagra de seis em seis horas.

Relatora da ação, a juíza Sandra Regina Teodoro Reis observou que o Viagra foi fabricado e é vendido para outra finalidade e não para tratamento de problemas cardíacos e pulmonares. Ela ressaltou que a prescrição de um comprimido de seis em seis horas poderia ser perigosa ao paciente.

“Não vejo como compelir o poder público ao fornecimento de um medicamento destinado a corrigir disfunção erétil. O dinheiro público não se destina a esse fim”, afirmou a magistrada.                  


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;