Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 24 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Assassina de babá de 11 anos recebe pena de 38 no Pará



12/08/2006 | 00:05


A dona-de-casa Roberta Sandrelli Rolim, de 21 anos, acusada de participação na morte da menina Marielma de Jesus Sampaio, de 11 anos, que trabalhava na casa dela como babá, foi condenada ontem a 38 anos de prisão, no Pará. Marielma trabalhava na casa onde Roberta morava com o marido, Ronivaldo Furtado, e a filha do casal, um bebê de um ano, de quem ela tomava conta.

Marielma deixou o município de Vigia e veio para Belém, entregue pela mãe ao casal. A mãe acreditava que desta forma a menina iria estudar, ter um futuro melhor e poder ajudar a família.

O laudo do IML indica que Marielma foi torturada e apresentava fraturas no crânio, nas costelas, além de marcas de choque elétrico. O patrão Ronivaldo também abusou sexualmente da criança.


Para evitar o julgamento, o acusado exibe um laudo psiquiátrico que o aponta como esquizofrênico.              



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;