Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Erupção do vulcão Kelut é iminente, diz geólogo


Da AFP

04/11/2007 | 11:02


Um dia depois de um alarme falso no vulcão indonésio do monte Kelut, que causou pânico entre os habitantes, o vulcão continua apresentando sinais de uma erupção iminente, afirmou um cientista local.

"Uma erupção é muito, muito possível, apesar de ainda não ter acontecido", disse Agus Budianto, geólogo que monitora as atividades do vulcão, que fica ao leste da ilha de Java.

Aparentemente, o Kelut entrou em fase de erupção no sábado, segundo cientistas que se basearam em resultados sismográficos, o que deu início à evacuação da área e provocou o pânico da população.

No entanto, os cientistas não conseguiram confirmar nuvens de gases ou lava saindo da cratera do vulcão.

"Não houve cinzas", afirmou Budianto para quem, no entanto, o comportamento do vulcão faz prever a erupção iminente.

O monte Kelut (também chamado Kelud) gerou uma série de tremores nos últimos dias.

Em uma área de dez quilômetros ao redor do vulcão, vivem 130 mil pessoas.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Erupção do vulcão Kelut é iminente, diz geólogo

Da AFP

04/11/2007 | 11:02


Um dia depois de um alarme falso no vulcão indonésio do monte Kelut, que causou pânico entre os habitantes, o vulcão continua apresentando sinais de uma erupção iminente, afirmou um cientista local.

"Uma erupção é muito, muito possível, apesar de ainda não ter acontecido", disse Agus Budianto, geólogo que monitora as atividades do vulcão, que fica ao leste da ilha de Java.

Aparentemente, o Kelut entrou em fase de erupção no sábado, segundo cientistas que se basearam em resultados sismográficos, o que deu início à evacuação da área e provocou o pânico da população.

No entanto, os cientistas não conseguiram confirmar nuvens de gases ou lava saindo da cratera do vulcão.

"Não houve cinzas", afirmou Budianto para quem, no entanto, o comportamento do vulcão faz prever a erupção iminente.

O monte Kelut (também chamado Kelud) gerou uma série de tremores nos últimos dias.

Em uma área de dez quilômetros ao redor do vulcão, vivem 130 mil pessoas.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;