Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Avanço e tradição no Carnaval de São Bernardo

A Superliga das Escolas de Samba de São Bernardo tem menos de um ano...


Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

05/06/2012 | 00:00


A Superliga das Escolas de Samba de São Bernardo tem menos de um ano de existência oficial: foi fundada em 5 de outubro de 2011. E carrega uma missão dupla: dar sequência a uma tradição que marca o Carnaval de Rua do Município desde tempos imemoriais - décadas antes da sua oficialização, ocorrida nos anos 1960 - e encaminhar este mesmo Carnaval aos primeiros postos da Folia paulista.

Leo Oliveira tem uma história particular no Carnaval de São Paulo, como jurado da Federação das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos. Como primeiro presidente da Superliga de São Bernardo, Leo conta, no artigo que se segue, que foi buscar inspiração no Carnaval paulistano para agitar o da sua cidade, são-bernardense que é.

Em pauta, a história da cidade
Texto: Leo Oliveira

Tudo começou em um bate-papo com Paulo Serdan, presidente da Mancha Verde e da Superliga paulistana. Disse a ele da necessidade de organizar o Carnaval de São Bernardo nos moldes do que se realiza em São Paulo. A princípio ele não entendeu. Procurei ser mais direto: queremos trazer a organização da Capital para São Bernardo.

Paulo não pensou duas vezes. Declarou apoio imediato. Claro, fiquei feliz com a resposta mas, confesso: agora a minha responsabilidade era dobrada - não fazer feio com o meu amigo e com as pessoas diretamente envolvidas, que me abraçaram e acreditaram que a bandeira do samba só iria ganhar com a Superliga. Hoje podemos dizer: graças a Deus, tudo deu certo.

Agradeço a todos que acreditaram no projeto. Temos agora um compromisso a mais: transformar o Carnaval de São Bernardo no melhor Carnaval do Interior. Defendemos um trabalho de capacitação e reestruturação das escolas de samba. Contamos com a excelente estrutura da administração pública para receber o público na avenida. E a proposta de ter um tema único no Carnaval 2013, falando sobre a história de São Bernardo, é um fator a mais para alcançarmos os objetivos propostos.

SOS Matarazzo

A carta da Pró-Memória (1) - A Fundação Pró-Memória de São Caetano, dentro do seu papel de criar, organizar, instalar e manter estabelecimentos e atividades voltadas para a preservação, manutenção e divulgação do patrimônio histórico do município, coleta, guarda, organiza conjuntos documentais (fotografias, objetos, documentos, livros) e disponibiliza informações históricas e culturais por meio do atendimento a pesquisadores, publicação de livros, revistas e exposições.

O Museu Municipal conta com uma coleção significativa de objetos fabricados pelas Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo, além de fotografias e documentos relativos à empresa, arquivados no centro de documentação histórica da instituição. Todo este material já serviu de base para diversos trabalhos, com o intuito de preservar a memória desta que foi uma das principais indústrias da história econômica deste município.

Maria Teresinha Dario Fiorotti, presidente da Fundação Pró-Memória de São Caetano.

Louças Claudia
Texto: Everton Calício
A partir da década de 1930 é instalada, em São Caetano, a fábrica de louças Claúdia, uma das maiores do setor de louças e azulejos no País. A unidade vem transferida do bairro da Pompéia, em São Paulo. Chegam, também, as fábricas de papel, papelão e celulose. Em 1935 é inaugurada a primeira fábrica química, a de ácidos. 

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sábado, 5 de junho de 1982 - Nº 4920
Primeira Página - Londres dá ordem para o ataque final às Malvinas: é o fim da guerra.
São Bernardo/Santo André - Pedestres utilizam dutos do Ribeirão dos Meninos como pontes
Religiosidade - Começou ontem 2º Congresso Eucarístico da Diocese de Santo André. Atividades religiosas e educacionais são realizadas nas várias regiões pastorais. O ponto alto será no feriado de Corpus Christi, com várias atividades em São Bernardo, comemorativas ao bicentenário da Matriz da Boa Viagem: 1812 - 2012.
Informe-se na sua paróquia sobre os horários das celebrações e palestras.

EM 5 DE JUNHO DE...
1887 - Têm início os trabalhos da Hospedaria dos Imigrantes, em seu novo prédio entre os bairros do Brás e Mooca, em São Paulo.
1977 - Comercializado o primeiro computador pessoal, o Apple II.

HOJE
Dia Mundial da Ecologia e do Meio Ambiente.

SANTOS DO DIA
Bonifácio (apóstolo dos Germanos), Fernando de Portugal e Ciria.Fonte - Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2012.
Na foto, Sant'Ana Mestra. Início do século 19, barro cozido e policromado. Santa e a virgem com penteado e trajes do início do século.
Fontes - Museu de Arte Sacra de São Paulo; Andréa Maria Zabrieszach Afonso dos Santos, museóloga; foto: Iran Monteiro. Contatos: 3326-1373; 5393-3336; mas@museuartesacra.sp.gov.br.

FALECIMENTOS

SANTO ANDRÉ
Yolanda Santa Rosa Campacci, 84. Natural de Laranjal Paulista (SP). Dia 1º. Cemitério Cristo Redentor, em Vila Pires.
Valdemiro Caetano, 58. Natural de Santo Inácio (PR). Dia 2, em São Bernardo. Cemitério do Curuçá.

SÃO BERNARDO
Helena Taveira de Souza, 98. Natural de Portugal. Dia 2. Cemitério de Vila Mariana, na Capital.
Clotilde Pedrassoli Granna, 87. Natural de Fernando Prestes (SP). Dia 2. Jardim da Colina.
Deolinda Gonçalves de Lima, 87. Natural de Bofete (SP). Dia 3. Cemitério de Vila Euclides.
Geny Montrezor da Silva, 77. Natural de Pederneiras (SP). Dia 1º. Jardim da Colina.
João Sebastião da Cunha, 71. Natural de São Bernardo. Dia 2. Cemitério de Vila Euclides.
Antonio Carneiro, 66. Natural de Pianco (PB). Dia 1º. Cemitério dos Casa. 
Jose Batista da Silva, 62. Natural de Maracanau (CE). Dia 2. Cemitério dos Casa.
Ana Elza Martins Alves, 56. Natural de Caxambu (MG). Dia 1º. Jardim da Colina.

SÃO CAETANO
(Cemitério da Saudade, bairro Cerâmica)
Célia Novelli Briselli, 91. Natural de Igarapava (SP). Dia 30.
Moacir Celotto, 85. Natural de Ribeirão Preto (SP). Dia 28.
Expedita Marinho de Luna, 79. Natural de São Bernardo. Dia 31.
Saulo Pereira do Vale, 66. Natural de Tabatinga (SP). Dia 30.
Natalino Nery de Souza, 59. Natural de São Caetano. Dia 28.

DIADEMA
Olinda da Silva Sene, 82. Natural de Dourado (SP). Dia 2, em São Bernardo. Vale da Paz.

Serviços Funerários: Santo André - 4433-3544; São Bernardo - 4330-4527; Diadema - 4056-1045; Mauá - 4514-7399; Ribeirão Pires - 4828-1436; Rio Grande da Serra - 4820-4353.
Para anunciar um falecimento, ligue para 4435-8000.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Avanço e tradição no Carnaval de São Bernardo

A Superliga das Escolas de Samba de São Bernardo tem menos de um ano...

Ademir Medici
Do Diário do Grande ABC

05/06/2012 | 00:00


A Superliga das Escolas de Samba de São Bernardo tem menos de um ano de existência oficial: foi fundada em 5 de outubro de 2011. E carrega uma missão dupla: dar sequência a uma tradição que marca o Carnaval de Rua do Município desde tempos imemoriais - décadas antes da sua oficialização, ocorrida nos anos 1960 - e encaminhar este mesmo Carnaval aos primeiros postos da Folia paulista.

Leo Oliveira tem uma história particular no Carnaval de São Paulo, como jurado da Federação das Escolas de Samba e Blocos Carnavalescos. Como primeiro presidente da Superliga de São Bernardo, Leo conta, no artigo que se segue, que foi buscar inspiração no Carnaval paulistano para agitar o da sua cidade, são-bernardense que é.

Em pauta, a história da cidade
Texto: Leo Oliveira

Tudo começou em um bate-papo com Paulo Serdan, presidente da Mancha Verde e da Superliga paulistana. Disse a ele da necessidade de organizar o Carnaval de São Bernardo nos moldes do que se realiza em São Paulo. A princípio ele não entendeu. Procurei ser mais direto: queremos trazer a organização da Capital para São Bernardo.

Paulo não pensou duas vezes. Declarou apoio imediato. Claro, fiquei feliz com a resposta mas, confesso: agora a minha responsabilidade era dobrada - não fazer feio com o meu amigo e com as pessoas diretamente envolvidas, que me abraçaram e acreditaram que a bandeira do samba só iria ganhar com a Superliga. Hoje podemos dizer: graças a Deus, tudo deu certo.

Agradeço a todos que acreditaram no projeto. Temos agora um compromisso a mais: transformar o Carnaval de São Bernardo no melhor Carnaval do Interior. Defendemos um trabalho de capacitação e reestruturação das escolas de samba. Contamos com a excelente estrutura da administração pública para receber o público na avenida. E a proposta de ter um tema único no Carnaval 2013, falando sobre a história de São Bernardo, é um fator a mais para alcançarmos os objetivos propostos.

SOS Matarazzo

A carta da Pró-Memória (1) - A Fundação Pró-Memória de São Caetano, dentro do seu papel de criar, organizar, instalar e manter estabelecimentos e atividades voltadas para a preservação, manutenção e divulgação do patrimônio histórico do município, coleta, guarda, organiza conjuntos documentais (fotografias, objetos, documentos, livros) e disponibiliza informações históricas e culturais por meio do atendimento a pesquisadores, publicação de livros, revistas e exposições.

O Museu Municipal conta com uma coleção significativa de objetos fabricados pelas Indústrias Reunidas Francisco Matarazzo, além de fotografias e documentos relativos à empresa, arquivados no centro de documentação histórica da instituição. Todo este material já serviu de base para diversos trabalhos, com o intuito de preservar a memória desta que foi uma das principais indústrias da história econômica deste município.

Maria Teresinha Dario Fiorotti, presidente da Fundação Pró-Memória de São Caetano.

Louças Claudia
Texto: Everton Calício
A partir da década de 1930 é instalada, em São Caetano, a fábrica de louças Claúdia, uma das maiores do setor de louças e azulejos no País. A unidade vem transferida do bairro da Pompéia, em São Paulo. Chegam, também, as fábricas de papel, papelão e celulose. Em 1935 é inaugurada a primeira fábrica química, a de ácidos. 

DIÁRIO HÁ 30 ANOS
Sábado, 5 de junho de 1982 - Nº 4920
Primeira Página - Londres dá ordem para o ataque final às Malvinas: é o fim da guerra.
São Bernardo/Santo André - Pedestres utilizam dutos do Ribeirão dos Meninos como pontes
Religiosidade - Começou ontem 2º Congresso Eucarístico da Diocese de Santo André. Atividades religiosas e educacionais são realizadas nas várias regiões pastorais. O ponto alto será no feriado de Corpus Christi, com várias atividades em São Bernardo, comemorativas ao bicentenário da Matriz da Boa Viagem: 1812 - 2012.
Informe-se na sua paróquia sobre os horários das celebrações e palestras.

EM 5 DE JUNHO DE...
1887 - Têm início os trabalhos da Hospedaria dos Imigrantes, em seu novo prédio entre os bairros do Brás e Mooca, em São Paulo.
1977 - Comercializado o primeiro computador pessoal, o Apple II.

HOJE
Dia Mundial da Ecologia e do Meio Ambiente.

SANTOS DO DIA
Bonifácio (apóstolo dos Germanos), Fernando de Portugal e Ciria.Fonte - Folhinha do Sagrado Coração de Jesus, Vozes, 2012.
Na foto, Sant'Ana Mestra. Início do século 19, barro cozido e policromado. Santa e a virgem com penteado e trajes do início do século.
Fontes - Museu de Arte Sacra de São Paulo; Andréa Maria Zabrieszach Afonso dos Santos, museóloga; foto: Iran Monteiro. Contatos: 3326-1373; 5393-3336; mas@museuartesacra.sp.gov.br.

FALECIMENTOS

SANTO ANDRÉ
Yolanda Santa Rosa Campacci, 84. Natural de Laranjal Paulista (SP). Dia 1º. Cemitério Cristo Redentor, em Vila Pires.
Valdemiro Caetano, 58. Natural de Santo Inácio (PR). Dia 2, em São Bernardo. Cemitério do Curuçá.

SÃO BERNARDO
Helena Taveira de Souza, 98. Natural de Portugal. Dia 2. Cemitério de Vila Mariana, na Capital.
Clotilde Pedrassoli Granna, 87. Natural de Fernando Prestes (SP). Dia 2. Jardim da Colina.
Deolinda Gonçalves de Lima, 87. Natural de Bofete (SP). Dia 3. Cemitério de Vila Euclides.
Geny Montrezor da Silva, 77. Natural de Pederneiras (SP). Dia 1º. Jardim da Colina.
João Sebastião da Cunha, 71. Natural de São Bernardo. Dia 2. Cemitério de Vila Euclides.
Antonio Carneiro, 66. Natural de Pianco (PB). Dia 1º. Cemitério dos Casa. 
Jose Batista da Silva, 62. Natural de Maracanau (CE). Dia 2. Cemitério dos Casa.
Ana Elza Martins Alves, 56. Natural de Caxambu (MG). Dia 1º. Jardim da Colina.

SÃO CAETANO
(Cemitério da Saudade, bairro Cerâmica)
Célia Novelli Briselli, 91. Natural de Igarapava (SP). Dia 30.
Moacir Celotto, 85. Natural de Ribeirão Preto (SP). Dia 28.
Expedita Marinho de Luna, 79. Natural de São Bernardo. Dia 31.
Saulo Pereira do Vale, 66. Natural de Tabatinga (SP). Dia 30.
Natalino Nery de Souza, 59. Natural de São Caetano. Dia 28.

DIADEMA
Olinda da Silva Sene, 82. Natural de Dourado (SP). Dia 2, em São Bernardo. Vale da Paz.

Serviços Funerários: Santo André - 4433-3544; São Bernardo - 4330-4527; Diadema - 4056-1045; Mauá - 4514-7399; Ribeirão Pires - 4828-1436; Rio Grande da Serra - 4820-4353.
Para anunciar um falecimento, ligue para 4435-8000.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;