Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Inadimplência dos clubes pode parar o Campeonato Paulista

Tiago Silva/Arquivo DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Sindicato dos jogadores exige na Justiça que FPF mostre documentos de quitação dos salários


Anderson Fattori
Do Diário do Grande ABC

09/02/2017 | 07:00


Iniciado no fim de semana, o Campeonato Paulista pode ter desfecho diferente do habitual. O Sapesp (Sindicato dos Atletas Profissionais de São Paulo) ajuizou ação civil pública na Justiça do Trabalho de Campinas exigindo que a FPF (Federação Paulista de Futebol) mostre os comprovantes de quitação de salários dos jogadores das temporadas 2015 e 2016, de acordo com o que exige a Lei de Responsabilidade Fiscal do Esporte. A entidade tem até o dia 9 de março, quando será realizada a audiência, para apresentar os documentos. Caso contrário, o Estadual pode ser paralisado.

“Não queremos chegar ao extremo de ter de interromper a competição, longe disso. Queremos apenas que os clubes honrem seus compromissos com os jogadores. Se forem apresentados todos os comprovantes de pagamento dos salários, morre o assunto. Se não, vamos ver qual será a decisão do juiz”, explicou o presidente do Sapesp, Rinaldo Martortelli.

Para pedir a paralisação, o sindicato vai se basear em artigo do regulamento do Campeonato Paulista, que prevê que o clube perca três pontos por partida em caso de inadimplência. Mesmo com inúmeras denúncias, o TJD (Tribunal de Justiça Desportiva) não aplicou a regra. Assim, a entidade pode pedir que o torneio seja parado até a regra ser cumprida.

A lista de clubes que, em algum momento, ficaram inadimplentes nos últimos dois anos é extensa e conta com Santos, Palmeiras e São Paulo. O Corinthians que, segundo apuração do Portal UOL, está com salários e férias atrasados, não está na relação. Dos times do Grande ABC, Santo André, São Bernardo FC, EC São Bernardo, Mauaense e São Caetano foram citados ao menos uma vez. Entre os clubes da elite constam denúncias contra Ponte Preta, Botafogo, Ferroviária e outros.

RETRATAÇÃO

Em nota enviada à imprensa na segunda-feira para explicar a ação na Justiça, o Sapesp deu a entender que o Santo André estava devendo aos jogadores que atuaram na Série A-2. Na ocasião, por problema de bloqueio de bens o Ramalhão realmente deixou de pagar os vencimentos, mas acertou tudo antes do término da competição.

Ontem o sindicato emitiu nota afirmando que “o EC Santo André recompôs sua estrutura e vem cumprindo rigorosamente os direitos dos atletas”.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;