Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

SBT tenta suspender liminar que proibiu Domingo Legal


Do Diário OnLine

20/09/2003 | 19:54


O SBT entrou com um agravo de instrumento no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, neste sábado, para tentar derrubar a liminar que proíbe a exibição do programa Domingo Legal, do apresentador Gugu Liberato, neste domingo. A juíza Ana Maria Pimentel terá 24 horas (a partir do recebimento do pedido) para informar sua decisão.

Na sexta-feira, a juíza Leila Paiva, da 10ª Vara Cível de São Paulo, proibiu a veiculação do programa. Apesar de a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão ter pedido 30 dias de suspensão, o castigo vale apenas para o dia 21.

A punição se refere à entrevista forjada que o Domingo Legal divulgou em 7 de setembro, com dois homens encapuzados ('Alfa' e 'Beta') que se diziam membros do Primeiro Comando da Capital (PPC). A Polícia Civil de São Paulo e o Ministério Público Federal comprovaram que a matéria foi uma farsa armada pela produção do programa.

Na decisão, a juíza permitiu que o SBT substitua o Domingo Legal por outro programa, com outra equipe de produção e outro apresentador. Caso a determinação seja descumprida, o SBT terá de pagar multa de R$ 100 mil.

Farsa comprovada - O delegado Alberto Matheus, do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), afirmou na sexta que há “fortíssimos indícios” de que o animador Augusto Liberato sabia que a entrevista era falsa. O apresentador pode ser indiciado por apologia ao crime, junto com os outros personagens envolvidos no caso. Gugu foi intimado a prestar depoimento na próxima quinta-feira (25), às 15h30.

'Beta', que prestou depoimento nesta sexta, disse que o produtor Rogério Casagrande ficou atrás da câmera escrevendo em folhas de cartolina as respostas que deveriam ser dadas na entrevista. "Tudo aquilo que vocês viram foi armado pela produção do programa Domingo Legal, comandado por Augusto Liberato", afirmou o delegado.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

SBT tenta suspender liminar que proibiu Domingo Legal

Do Diário OnLine

20/09/2003 | 19:54


O SBT entrou com um agravo de instrumento no Tribunal Regional Federal da 3ª Região, neste sábado, para tentar derrubar a liminar que proíbe a exibição do programa Domingo Legal, do apresentador Gugu Liberato, neste domingo. A juíza Ana Maria Pimentel terá 24 horas (a partir do recebimento do pedido) para informar sua decisão.

Na sexta-feira, a juíza Leila Paiva, da 10ª Vara Cível de São Paulo, proibiu a veiculação do programa. Apesar de a Procuradoria Regional dos Direitos do Cidadão ter pedido 30 dias de suspensão, o castigo vale apenas para o dia 21.

A punição se refere à entrevista forjada que o Domingo Legal divulgou em 7 de setembro, com dois homens encapuzados ('Alfa' e 'Beta') que se diziam membros do Primeiro Comando da Capital (PPC). A Polícia Civil de São Paulo e o Ministério Público Federal comprovaram que a matéria foi uma farsa armada pela produção do programa.

Na decisão, a juíza permitiu que o SBT substitua o Domingo Legal por outro programa, com outra equipe de produção e outro apresentador. Caso a determinação seja descumprida, o SBT terá de pagar multa de R$ 100 mil.

Farsa comprovada - O delegado Alberto Matheus, do Departamento de Investigações sobre o Crime Organizado (Deic), afirmou na sexta que há “fortíssimos indícios” de que o animador Augusto Liberato sabia que a entrevista era falsa. O apresentador pode ser indiciado por apologia ao crime, junto com os outros personagens envolvidos no caso. Gugu foi intimado a prestar depoimento na próxima quinta-feira (25), às 15h30.

'Beta', que prestou depoimento nesta sexta, disse que o produtor Rogério Casagrande ficou atrás da câmera escrevendo em folhas de cartolina as respostas que deveriam ser dadas na entrevista. "Tudo aquilo que vocês viram foi armado pela produção do programa Domingo Legal, comandado por Augusto Liberato", afirmou o delegado.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;