Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 14 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Vice, Márcio quer ser elo entre gestão e sociedade

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

20/11/2016 | 07:00


Futuro vice-prefeito de Diadema, o vereador Márcio da Farmácia (PV) assegura que seu principal objetivo, a partir de janeiro, é se tornar figura central do governo Lauro Michels (PV) no relacionamento direto com a população. O novo número dois sustenta que essa dificuldade foi constatada no decorrer do processo eleitoral que reelegeu Lauro no segundo turno, com 57,67% dos votos válidos. Para Márcio, esse estreitamento precisa ser prioridade.

“Um dos diagnósticos durante a campanha foi que faltou muita informação do trabalho do governo aos munícipes. Então, haviam reclamações sem conhecimento (de ações) por parte dos moradores. Acredito que com atuação intensa pelas ruas, ajudando a divulgar os programas da administração e ouvindo mais os anseios, conseguiremos dar impulso importante logo de cara”, assegurou.

O parlamentar vai ocupar vaga hoje nas mãos de Silvana Guarnieri (PSB), que durante mandato 2013 a 2016 colecionou série de episódios polêmicos, como rompimento com Lauro e pedido de cassação do cargo, em ação de improbidade administrativa. Durante sua atuação como secretaria de Assistência Social e Cidadania, em 2013, prestou serviço à prefeitura de Palmas, no Tocantins, o que é vedado pela legislação municipal.

O nome de Márcio é cotado para assumir a Pasta da Saúde no próximo governo, um dos setores mais complexos e contestados da gestão de Lauro. “O que posso dizer sobre isso (assumir cargo) é que tenho disposição, trabalho e determinação para buscar o melhor para a cidade. Contudo, não houve conversa com o prefeito”, garantiu.

Entre 2013 e 2014, o número dois foi o titular da Secretaria de Obras e teve atuação elogiada por Lauro. Na ocasião, deixou o cargo para concorrer a uma cadeira na Câmara Federal. Recebeu 40.979 votos, sendo 33.571 sufrágios só em Diadema, mas não se elegeu.

“A votação recebida foi boa. Tenho um sonho de ser deputado federal. Se tiver chance de concorrer em 2018 não vou desperdiçar, mas não tenho pressa. Tudo vai depender da conjuntura. Caso a necessidade de ficar na gestão por quatro anos (sem ser candidato no meio desse período), ficarei sem problemas”, comentou o verde.

Além do destaque de se eleger junto com Lauro ao Executivo, Márcio obteve êxito ao conseguir colocar o filho, Márcio Júnior, 20 anos, como um dos 21 vereadores. “A votação do meu filho foi mérito dele, porque soube se posicionar nas ruas e apresentar o perfil da renovação, que anseio da sociedade nesta eleição. Ele está preparado, embora jovem, para fazer um bom mandato”, assegurou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Vice, Márcio quer ser elo entre gestão e sociedade

Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

20/11/2016 | 07:00


Futuro vice-prefeito de Diadema, o vereador Márcio da Farmácia (PV) assegura que seu principal objetivo, a partir de janeiro, é se tornar figura central do governo Lauro Michels (PV) no relacionamento direto com a população. O novo número dois sustenta que essa dificuldade foi constatada no decorrer do processo eleitoral que reelegeu Lauro no segundo turno, com 57,67% dos votos válidos. Para Márcio, esse estreitamento precisa ser prioridade.

“Um dos diagnósticos durante a campanha foi que faltou muita informação do trabalho do governo aos munícipes. Então, haviam reclamações sem conhecimento (de ações) por parte dos moradores. Acredito que com atuação intensa pelas ruas, ajudando a divulgar os programas da administração e ouvindo mais os anseios, conseguiremos dar impulso importante logo de cara”, assegurou.

O parlamentar vai ocupar vaga hoje nas mãos de Silvana Guarnieri (PSB), que durante mandato 2013 a 2016 colecionou série de episódios polêmicos, como rompimento com Lauro e pedido de cassação do cargo, em ação de improbidade administrativa. Durante sua atuação como secretaria de Assistência Social e Cidadania, em 2013, prestou serviço à prefeitura de Palmas, no Tocantins, o que é vedado pela legislação municipal.

O nome de Márcio é cotado para assumir a Pasta da Saúde no próximo governo, um dos setores mais complexos e contestados da gestão de Lauro. “O que posso dizer sobre isso (assumir cargo) é que tenho disposição, trabalho e determinação para buscar o melhor para a cidade. Contudo, não houve conversa com o prefeito”, garantiu.

Entre 2013 e 2014, o número dois foi o titular da Secretaria de Obras e teve atuação elogiada por Lauro. Na ocasião, deixou o cargo para concorrer a uma cadeira na Câmara Federal. Recebeu 40.979 votos, sendo 33.571 sufrágios só em Diadema, mas não se elegeu.

“A votação recebida foi boa. Tenho um sonho de ser deputado federal. Se tiver chance de concorrer em 2018 não vou desperdiçar, mas não tenho pressa. Tudo vai depender da conjuntura. Caso a necessidade de ficar na gestão por quatro anos (sem ser candidato no meio desse período), ficarei sem problemas”, comentou o verde.

Além do destaque de se eleger junto com Lauro ao Executivo, Márcio obteve êxito ao conseguir colocar o filho, Márcio Júnior, 20 anos, como um dos 21 vereadores. “A votação do meu filho foi mérito dele, porque soube se posicionar nas ruas e apresentar o perfil da renovação, que anseio da sociedade nesta eleição. Ele está preparado, embora jovem, para fazer um bom mandato”, assegurou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;