Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 29 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

No Maracanã, Botafogo e Vasco começam a decidir o título do Campeonato Carioca



01/05/2016 | 06:15


Botafogo e Vasco fizeram as melhores campanhas e por isso começam a decidir neste domingo, no Rio, a final do Campeonato Carioca. O confronto é uma reedição do ano passado, quando os vascaínos levaram a melhor e ficaram com a taça. A partida, que tem início às 16 horas, também marca a reabertura do estádio do Maracanã na temporada, que passa por reformas para receber a Olimpíada.

Por ter sido campeão da Taça Guanabara, a segunda fase da competição, o Vasco tem a vantagem de jogar por dois empates. Antes de chegar à final, a equipe eliminou o rival Flamengo, enquanto que o Botafogo bateu o Fluminense. O segundo duelo entre os rivais está marcado para o próximo domingo, novamente no estádio do Maracanã.

Durante a semana, os rivais tiveram agenda e comportamento semelhantes, com os principais jogadores poupados na primeira fase da Copa do Brasil, já que a dupla havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0. No Vasco, o técnico Jorginho não contou com Madson, Rodrigo, Julio Cesar, Julio dos Santos e Jorge Henrique na vitória por 2 a 1 contra o Remo. Já Ricardo Gomes entrou com um time todo reserva no sofrido empate com o Coruripe-AL por 1 a 1.

Com a energia renovada, os dois times possuem quase força máxima. No Vasco, Thalles sente um desconforto no tornozelo e é dúvida. No Botafogo, o problema é o zagueiro Carli, suspenso pelo terceiro cartão vermelho. Sem o argentino e sem Emerson, ainda se recuperando de lesão e já cortado do torneio, Renan Fonseca e Emerson Silva começam o clássico.

Cotado para assumir o Cruzeiro, Jorginho não quis comentar o assunto, mas não desmentiu o contato com a diretoria mineira. "O que eu posso fazer é não falar. Quando existe um boato, quanto mais você fala, pior fica. Com todo respeito, não quero mudar o foco", desconversou o treinador que pode dar adeus a São Januário após os dois jogos da final.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

No Maracanã, Botafogo e Vasco começam a decidir o título do Campeonato Carioca


01/05/2016 | 06:15


Botafogo e Vasco fizeram as melhores campanhas e por isso começam a decidir neste domingo, no Rio, a final do Campeonato Carioca. O confronto é uma reedição do ano passado, quando os vascaínos levaram a melhor e ficaram com a taça. A partida, que tem início às 16 horas, também marca a reabertura do estádio do Maracanã na temporada, que passa por reformas para receber a Olimpíada.

Por ter sido campeão da Taça Guanabara, a segunda fase da competição, o Vasco tem a vantagem de jogar por dois empates. Antes de chegar à final, a equipe eliminou o rival Flamengo, enquanto que o Botafogo bateu o Fluminense. O segundo duelo entre os rivais está marcado para o próximo domingo, novamente no estádio do Maracanã.

Durante a semana, os rivais tiveram agenda e comportamento semelhantes, com os principais jogadores poupados na primeira fase da Copa do Brasil, já que a dupla havia vencido o primeiro jogo por 1 a 0. No Vasco, o técnico Jorginho não contou com Madson, Rodrigo, Julio Cesar, Julio dos Santos e Jorge Henrique na vitória por 2 a 1 contra o Remo. Já Ricardo Gomes entrou com um time todo reserva no sofrido empate com o Coruripe-AL por 1 a 1.

Com a energia renovada, os dois times possuem quase força máxima. No Vasco, Thalles sente um desconforto no tornozelo e é dúvida. No Botafogo, o problema é o zagueiro Carli, suspenso pelo terceiro cartão vermelho. Sem o argentino e sem Emerson, ainda se recuperando de lesão e já cortado do torneio, Renan Fonseca e Emerson Silva começam o clássico.

Cotado para assumir o Cruzeiro, Jorginho não quis comentar o assunto, mas não desmentiu o contato com a diretoria mineira. "O que eu posso fazer é não falar. Quando existe um boato, quanto mais você fala, pior fica. Com todo respeito, não quero mudar o foco", desconversou o treinador que pode dar adeus a São Januário após os dois jogos da final.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;