Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 5 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Tiros teriam matado mais 3 pessoas, afirma manifestante



03/02/2011 | 06:39


Disparos de armas de fogo foram ouvidos na praça Tahrir, no Cairo, e um organizador dos protestos disse que três manifestantes, que pediam a saída do presidente Hosni Mubarak, foram mortos pelos tiros. Mustafa al-Naggar disse ter visto três corpos de manifestantes atingidos sendo carregados em direção a uma ambulância nesta madrugada, no horário local. Ele afirmou que os disparos feitos em direção à praça vieram de três locais diferentes, distantes dali. O Exército egípcio montou um cordão de segurança ao redor da praça com tanques, na tentativa de conter os confrontos, mas al-Naggar disse que a ação não está adiantando. O ministro da Saúde não respondeu a uma chamada telefônica que pedia a confirmação dos três mortos. Horas antes, apoiadores de Mubarak, armados com pedras, bastões e coquetéis molotov investiram contra os manifestantes que pedem a renúncia de Mubarak, no poder há três décadas. As informações são da Associated Press.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Tiros teriam matado mais 3 pessoas, afirma manifestante


03/02/2011 | 06:39


Disparos de armas de fogo foram ouvidos na praça Tahrir, no Cairo, e um organizador dos protestos disse que três manifestantes, que pediam a saída do presidente Hosni Mubarak, foram mortos pelos tiros. Mustafa al-Naggar disse ter visto três corpos de manifestantes atingidos sendo carregados em direção a uma ambulância nesta madrugada, no horário local. Ele afirmou que os disparos feitos em direção à praça vieram de três locais diferentes, distantes dali. O Exército egípcio montou um cordão de segurança ao redor da praça com tanques, na tentativa de conter os confrontos, mas al-Naggar disse que a ação não está adiantando. O ministro da Saúde não respondeu a uma chamada telefônica que pedia a confirmação dos três mortos. Horas antes, apoiadores de Mubarak, armados com pedras, bastões e coquetéis molotov investiram contra os manifestantes que pedem a renúncia de Mubarak, no poder há três décadas. As informações são da Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;