Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 25 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Ozelito e Betão planejam debandada do PSB-Mauá


Mark Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

18/02/2011 | 07:00


O PSB de Mauá sofrerá nos próximos meses debandada de suas fileiras. Dois de seus quatro vereadores deverão se desfiliar do partido em setembro, mês da janela que permite o troca-troca sem incorrer processo por infidelidade partidária. Ozelito José Benedito, o Irmão Ozelito, e Alberto Betão Pereira Justino discordam da aliança da executiva municipal com o governo do prefeito Oswaldo Dias (PT) e tomarão outros rumos na eleição de 2012.

A dupla entende que o PSB abrirá mão de candidatura própria ao Paço para apoiar a tentativa de reeleição de Oswaldo. Por isso, Ozelito vê sufocada sua vontade em concorrer ao cargo majoritário. Já Betão não abrirá mão de estar ao lado de Francisco Carneiro, o Chiquinho do Zaíra (ingressando no PTdoB), no pleito.

"Queria sair candidato a prefeito pelo PSB, mas não será possível", atenta Ozelito, jogando a toalha. Diante do entrave, já tem praticamente definida sua ida para o PSC, que lhe garante a legenda para a candidatura ao Executivo - o PTB tenta atravessar a negociação.

Concorrer ao cargo máximo do município é desejo antigo do vereador, que vem sendo desenhado desde que, com 4.989 votos, foi eleito o segundo mais votado para a Câmara em 2008, atrás somente de Atila Jacomussi (PV), com 8.432.

Betão, por sua vez, nutre descontentamento com o PSB desde que a direção determinou que a bancada desse sustentação a Oswaldo Dias, o que ocorreu tão logo o prefeito iniciou o mandato, em 2009. Mas, apesar de votar a favor de projetos do governo, não deixa de criticar a administração petista na tribuna. "Sempre fui contra o PSB no governo, mas tenho de respeitar a orientação do partido", justifica.

Pelo desgaste, sequer titubeia em afirmar que em 2012 apoiará Chiquinho do Zaíra, que deverá ser candidato a prefeito ou a vice em chapa com Atila Jacomussi. "A ficha (de filiação) do Chiquinho é a minha ficha", considera. "Vou conversar com o PSB para ver se ficou ou não. Mas não teria dificuldade em encontrar partido."

 

SEM COMENTÁRIO - O presidente do PSB de Mauá, Carlos Thomaz, é fator determinante para que o partido mantenha-se no bloco governista. Isso porque é o secretário municipal de Segurança Pública. Antes da nomeação, em meados de 2010, porém, ameaçou não apoiar mais a administração petista.

Ele negou-se a repercutir a iminente saída de Betão da sigla. "Não vou comentar informação de bastidores." Sobre Ozelito, disse que o vereador não externou a vontade em ser candidato a prefeito nem de sair do PSB. Thomaz confirmou, contudo, que "a tendência natural" é o partido caminhar ao lado de Oswaldo em 2012.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Ozelito e Betão planejam debandada do PSB-Mauá

Mark Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

18/02/2011 | 07:00


O PSB de Mauá sofrerá nos próximos meses debandada de suas fileiras. Dois de seus quatro vereadores deverão se desfiliar do partido em setembro, mês da janela que permite o troca-troca sem incorrer processo por infidelidade partidária. Ozelito José Benedito, o Irmão Ozelito, e Alberto Betão Pereira Justino discordam da aliança da executiva municipal com o governo do prefeito Oswaldo Dias (PT) e tomarão outros rumos na eleição de 2012.

A dupla entende que o PSB abrirá mão de candidatura própria ao Paço para apoiar a tentativa de reeleição de Oswaldo. Por isso, Ozelito vê sufocada sua vontade em concorrer ao cargo majoritário. Já Betão não abrirá mão de estar ao lado de Francisco Carneiro, o Chiquinho do Zaíra (ingressando no PTdoB), no pleito.

"Queria sair candidato a prefeito pelo PSB, mas não será possível", atenta Ozelito, jogando a toalha. Diante do entrave, já tem praticamente definida sua ida para o PSC, que lhe garante a legenda para a candidatura ao Executivo - o PTB tenta atravessar a negociação.

Concorrer ao cargo máximo do município é desejo antigo do vereador, que vem sendo desenhado desde que, com 4.989 votos, foi eleito o segundo mais votado para a Câmara em 2008, atrás somente de Atila Jacomussi (PV), com 8.432.

Betão, por sua vez, nutre descontentamento com o PSB desde que a direção determinou que a bancada desse sustentação a Oswaldo Dias, o que ocorreu tão logo o prefeito iniciou o mandato, em 2009. Mas, apesar de votar a favor de projetos do governo, não deixa de criticar a administração petista na tribuna. "Sempre fui contra o PSB no governo, mas tenho de respeitar a orientação do partido", justifica.

Pelo desgaste, sequer titubeia em afirmar que em 2012 apoiará Chiquinho do Zaíra, que deverá ser candidato a prefeito ou a vice em chapa com Atila Jacomussi. "A ficha (de filiação) do Chiquinho é a minha ficha", considera. "Vou conversar com o PSB para ver se ficou ou não. Mas não teria dificuldade em encontrar partido."

 

SEM COMENTÁRIO - O presidente do PSB de Mauá, Carlos Thomaz, é fator determinante para que o partido mantenha-se no bloco governista. Isso porque é o secretário municipal de Segurança Pública. Antes da nomeação, em meados de 2010, porém, ameaçou não apoiar mais a administração petista.

Ele negou-se a repercutir a iminente saída de Betão da sigla. "Não vou comentar informação de bastidores." Sobre Ozelito, disse que o vereador não externou a vontade em ser candidato a prefeito nem de sair do PSB. Thomaz confirmou, contudo, que "a tendência natural" é o partido caminhar ao lado de Oswaldo em 2012.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;