Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 27 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Japão suspende caça às baleias até o fim da temporada



18/02/2011 | 01:30


O governo do Japão decidiu suspender sua campanha de caça às baleias na Antártida até o final da atual temporada, informou nesta sexta-feira, 18, o ministro da Agricultura e Pesca, Michihiko Kano. O ministro disse que a caça foi suspensa "por causa das dificuldades para preservar a segurança das tripulações dos navios baleeiros com a perseguição e os ataques feitos pela ONG Sea Shepherd", com sede nos Estados Unidos.

 

Segundo ele, os ativistas têm agido de forma violenta. Apesar de a caça ter sido proibida em 1986, os japoneses têm permissão para fazer o que chamam de caça científica no período que vai de dezembro a março. Neste ano, tinham o direito de caçar 945 baleias para realizar pesquisas, mas ficaram abaixo da cota. A carne das baleias mortas pode ser vendida no mercado interno. A ONG Sea Shepherd comemorou a decisão. O governo japonês estuda uma forma segura de trazer de volta o baleeiro do país "Nisshin Maru", cujo retorno estava previsto para março. As informações são da Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Japão suspende caça às baleias até o fim da temporada


18/02/2011 | 01:30


O governo do Japão decidiu suspender sua campanha de caça às baleias na Antártida até o final da atual temporada, informou nesta sexta-feira, 18, o ministro da Agricultura e Pesca, Michihiko Kano. O ministro disse que a caça foi suspensa "por causa das dificuldades para preservar a segurança das tripulações dos navios baleeiros com a perseguição e os ataques feitos pela ONG Sea Shepherd", com sede nos Estados Unidos.

 

Segundo ele, os ativistas têm agido de forma violenta. Apesar de a caça ter sido proibida em 1986, os japoneses têm permissão para fazer o que chamam de caça científica no período que vai de dezembro a março. Neste ano, tinham o direito de caçar 945 baleias para realizar pesquisas, mas ficaram abaixo da cota. A carne das baleias mortas pode ser vendida no mercado interno. A ONG Sea Shepherd comemorou a decisão. O governo japonês estuda uma forma segura de trazer de volta o baleeiro do país "Nisshin Maru", cujo retorno estava previsto para março. As informações são da Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;