Fechar
Publicidade

Sábado, 18 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Famílias vão acolher menores abrigados


Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

25/08/2010 | 07:04


Após lançar o Plano Municipal de Convivência Familiar e Comunitária, o CMDCA (Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente) de São Caetano já iniciou junto às três instituições da cidade as discussões sobre as novas abordagens e diretrizes do acolhimento das crianças e adolescentes nos abrigos.

Segundo o presidente do Conselho, Wilson Diego Fernandes, o enfoque é intensificar a participação familiar na vida das 25 crianças e adolescentes abrigados na cidade para que ajude na adoção das mesmas. O plano contará com o papel das famílias acolhedoras que ficarão com as crianças em suas casas por um período inferior a um ano.

O casal interessado terá de fazer um cadastro no CMDCA e ser registrado no setor técnico do Fórum, ambos serem maiores de 25 anos, ter residências em devidas condições de higiene e estrutura para confortar a criança, além de ser próxima da escola, de unidades de saúde e outros serviços essenciais para o acolhido.

"A família acolhedora é uma ponte para ajudar na socialização das crianças e adolescentes, permitindo que eles tenham contato com princípios importantes para a convivência familiar e comunitária", salientou.

Após análise se os interessados preenchem todos os requisitos para o acolhimento, o juiz dá a autorização. Geralmente é designada uma criança ou um adolescente para cada família interessada.

No plano também está incluso que as instituições terão que fazer adequações nos planos pedagógicos, atendimento individual, e capacitação para inserção dos adolescentes no mercado de trabalho. "Estamos colocando em prática um plano para oferecer esporte e entretenimento, alimentação, ética e outras políticas sociais importantes para as crianças e adolescentes", finalizou o presidente do CMDCA.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;