Fechar
Publicidade

Domingo, 26 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Dib resolve nesta 2ª guerra de vaidades


Sergio Kapustan
Do Diário do Grande ABC

05/09/2005 | 07:50


O prefeito de São Bernardo, William Dib (PSB), deve apresentar nesta segunda-feira aos vereadores aliados projeto do Executivo que autoriza a comunidade a fechar as ruas sem saída no município para impedir a circulação de pessoas estranhas ao bairro. Com o projeto, Dib espera dar fim à disputa pela paternidade da proposta entre o líder do PV, Amedeo Giusti, e o líder do governo, Alex Manente (PPS). Caso seja aceito pela base governista, o projeto já deve entrar na ordem do dia da sessão de terça-feira.

Há cinco anos Amedeo Giusti tomou a iniciativa de apresentar a proposta de fechamento de ruas sem saída, mas ela não prosperou por esbarrar em questões jurídicas. Agora, a matéria voltou a discussão com projeto de Manente e de Antônio Cabrera (PSDC), mas foi barrado na CCJR (Comissão de Constituição e Justiça e Redação), presidida pelo verde. A proposta da dupla, no entanto, se diferencia do projeto de Amedeo por incluir as vilas segregradas – locais cujo acesso se dá através de uma única via de circulação de veículos.

Líder de Dib, Manente confirmou a informação do novo projeto que vai unir as duas propostas em discussão. "A decisão do prefeito William Dib mostra que seu governo está preocupado com a questão da segurança da comunidade", comentou Manente. Amedeo, que havia cobrado uma posição do Executivo, disse que irá à reunião para conhecer o projeto.

Valet – Os vereadores de São Bernardo devem concluir na sessão a discussão e votar outro projeto de Amedeo – que regulamenta os serviços de manobra e guarda de veículos no município, conhecido como valet. Pela proposta, as empresas serão obrigadas a comprovar inscrições federal e municipal e emitir documento de recibo ao cliente, com data, nome da empresa e identificação do veículo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;