Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 4 de Março

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Atletas exaltam qualidade de Luís Carlos Martins

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Jogadores elogiam honestidade e justiça do treinador, conhecido como Rei do Acesso


Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

21/12/2015 | 07:00


Estrutura, tradição e um grupo vencedor são fatores que incentivaram diversos jogadores a acertarem com o São Caetano para a temporada de 2016. No entanto, o Azulão teve um trunfo a mais que os rivais para contratar os atletas que queria para disputar a Série A-2 – o técnico Luís Carlos Martins. O treinador foi um dos pontos bastante elogiados pelos nove jogadores que chegaram, especialmente sobre seu caráter.

(O Luís Carlos Martins) É um profissional muito qualificado. Ele gosta de trabalhar, é dedicado. É um pai para os atletas, sempre briga pelo jogador. Isso é bom. Nós olhamos para a beira do campo e vemos que ali não tem só um treinador, mas uma pessoa que gosta do nosso trabalho. Assim a gente desenvolve nosso trabalho com alegria e gratidão e o êxito vem naturalmente”, comentou o lateral-esquerdo Thiago Pereira, que tem passagem pelo Água Santa, de Diadema.

“Todo jogador gosta de ter um treinador assim, que seja honesto, que expõe o que está pensando para o grupo. Ele está no nosso comando e tenho certeza que sabe o que está fazendo. Ele tem vários acessos. Temos que ouvir o que ele tem para falar não só pelo acesso, mas para agregar para a nossa carreira”, afirmou o zagueiro Magrão, que trabalhou com Martins no Noroeste, em 2008. Foi o professor, aliás, que subiu o defensor das categorias de base do clube de Bauru para o elenco profissional.

“Ele é muito trabalhador e honesto, não precisa pegar nada de ninguém. Sempre temos que estar próximo dessas pessoas”, elogiou o atacante Julio Cesar, que participou da campanha do título do Torneio do Interior de 2011, pelo Oeste, que era treinado por Martins.

As palavras dos atletas não são vazias. No futebol, Martins é conhecido como um treinador simples que impõe seu jeito de pensar e não se dobra a dirigentes. Além disso, ele tem o apelido de Rei do Acesso por ter subido 16 equipes em sua carreira, que teve início no fim da década de 1980, tanto no cenário estadual quanto no nacional. O último título do treinador foi a Série C de 2012 com o Oeste, quando a equipe de Itápolis subiu à Série B.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Atletas exaltam qualidade de Luís Carlos Martins

Jogadores elogiam honestidade e justiça do treinador, conhecido como Rei do Acesso

Felipe Simões
Do Diário do Grande ABC

21/12/2015 | 07:00


Estrutura, tradição e um grupo vencedor são fatores que incentivaram diversos jogadores a acertarem com o São Caetano para a temporada de 2016. No entanto, o Azulão teve um trunfo a mais que os rivais para contratar os atletas que queria para disputar a Série A-2 – o técnico Luís Carlos Martins. O treinador foi um dos pontos bastante elogiados pelos nove jogadores que chegaram, especialmente sobre seu caráter.

(O Luís Carlos Martins) É um profissional muito qualificado. Ele gosta de trabalhar, é dedicado. É um pai para os atletas, sempre briga pelo jogador. Isso é bom. Nós olhamos para a beira do campo e vemos que ali não tem só um treinador, mas uma pessoa que gosta do nosso trabalho. Assim a gente desenvolve nosso trabalho com alegria e gratidão e o êxito vem naturalmente”, comentou o lateral-esquerdo Thiago Pereira, que tem passagem pelo Água Santa, de Diadema.

“Todo jogador gosta de ter um treinador assim, que seja honesto, que expõe o que está pensando para o grupo. Ele está no nosso comando e tenho certeza que sabe o que está fazendo. Ele tem vários acessos. Temos que ouvir o que ele tem para falar não só pelo acesso, mas para agregar para a nossa carreira”, afirmou o zagueiro Magrão, que trabalhou com Martins no Noroeste, em 2008. Foi o professor, aliás, que subiu o defensor das categorias de base do clube de Bauru para o elenco profissional.

“Ele é muito trabalhador e honesto, não precisa pegar nada de ninguém. Sempre temos que estar próximo dessas pessoas”, elogiou o atacante Julio Cesar, que participou da campanha do título do Torneio do Interior de 2011, pelo Oeste, que era treinado por Martins.

As palavras dos atletas não são vazias. No futebol, Martins é conhecido como um treinador simples que impõe seu jeito de pensar e não se dobra a dirigentes. Além disso, ele tem o apelido de Rei do Acesso por ter subido 16 equipes em sua carreira, que teve início no fim da década de 1980, tanto no cenário estadual quanto no nacional. O último título do treinador foi a Série C de 2012 com o Oeste, quando a equipe de Itápolis subiu à Série B.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;