Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 11 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Anvisa proíbe a venda de 29 remédios e cosméticos


Simão Zygband
Do Diário do Grande ABC

15/09/2007 | 07:16


Um lote do xampu infantil Disney Baby, fabricado pela Lipson Cosméticos, com sede em Diadema, foi interditado por 90 dias, de maneira temporária e cautelar, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O motivo da interdição é que este lote do produto (o de número 681) apresentou um teor maior de acidez do que o permitido por lei. Por isso, ele não poderá ser comercializado durante este período, nem no atacado, nem no varejo.

Segundo a assessoria da Anvisa, o consumidor que possuir em casa o xampu Disney Baby, destinado a bebês, deve observar no rótulo o número do lote a qual ele pertence e, se for o que está interditado, não deve utilizá-lo.

“Ele apresenta um teor maior de acidez do que o permitido pela legislação. Desta maneira, poderá aumentar o risco de ocasionar irritação”, alerta a entidade.

Ainda de acordo com a Anvisa, a Lipson Cosméticos tem agora 90 dias para realizar a contraprova, em laboratório credenciado pelo órgão, e confirmar que não há acidez acima do permitido.

Retorno - Na tarde de sexta-feira, a reportagem do Diário tentou contato com a diretoria da Lipson Cosméticos e foi informada de que “ela está reunida para discutir o problema da interdição e que um de seus diretores daria retorno posterior”, fato que não ocorreu até o fechamento desta edição.

Junto com o lote do Disney Baby foram interditados outros produtos que não são fabricados pela Lipson Cosméticos – a lista possui 29 produtos – e que não poderão mais ser comercializados nas farmácias e drogarias da região.

São xaropes a base de mel, própolis e gengibre, entre outros (do laboratório Meldica) e Atalin Suspensão Oral, do laboratório Gemballa.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Anvisa proíbe a venda de 29 remédios e cosméticos

Simão Zygband
Do Diário do Grande ABC

15/09/2007 | 07:16


Um lote do xampu infantil Disney Baby, fabricado pela Lipson Cosméticos, com sede em Diadema, foi interditado por 90 dias, de maneira temporária e cautelar, pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

O motivo da interdição é que este lote do produto (o de número 681) apresentou um teor maior de acidez do que o permitido por lei. Por isso, ele não poderá ser comercializado durante este período, nem no atacado, nem no varejo.

Segundo a assessoria da Anvisa, o consumidor que possuir em casa o xampu Disney Baby, destinado a bebês, deve observar no rótulo o número do lote a qual ele pertence e, se for o que está interditado, não deve utilizá-lo.

“Ele apresenta um teor maior de acidez do que o permitido pela legislação. Desta maneira, poderá aumentar o risco de ocasionar irritação”, alerta a entidade.

Ainda de acordo com a Anvisa, a Lipson Cosméticos tem agora 90 dias para realizar a contraprova, em laboratório credenciado pelo órgão, e confirmar que não há acidez acima do permitido.

Retorno - Na tarde de sexta-feira, a reportagem do Diário tentou contato com a diretoria da Lipson Cosméticos e foi informada de que “ela está reunida para discutir o problema da interdição e que um de seus diretores daria retorno posterior”, fato que não ocorreu até o fechamento desta edição.

Junto com o lote do Disney Baby foram interditados outros produtos que não são fabricados pela Lipson Cosméticos – a lista possui 29 produtos – e que não poderão mais ser comercializados nas farmácias e drogarias da região.

São xaropes a base de mel, própolis e gengibre, entre outros (do laboratório Meldica) e Atalin Suspensão Oral, do laboratório Gemballa.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;