Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 24 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Policial reage a assalto e baleia dois homens no Bairro Jardim

Uma tentativa de assalto na madrugada de domingo, acabou em tiroteio na Rua das Aroeiras


Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

02/06/2008 | 07:22


Uma tentativa de assalto na madrugada de domingo, acabou em tiroteio na Rua das Aroeiras, no bairro Jardim, em Santo André. Um policial militar reagiu ao crime e baleou os dois assaltantes.

O policial Paulo Roberto Maia Filho, 23 anos, contou que, por volta das 5h30, saía do espaço Kauffman Chefs, em Santo André, e seguia para pegar seu veículo, um Pálio que estava estacionado na Rua das Aroeiras.

Como falava ao celular, o policial não percebeu que dois indivíduos o seguiam.

Quando entrou em seu veículo, Maia Filho foi abordado por Luiz Tadeu Gana, 27, e Renato Serpejante Cruz, 32, que estariam armados e anunciaram o assalto, segundo o policial.

Antes de sair do veículo, o oficial disse ter apanhado sua arma que estava embaixo do banco do Pálio, anunciou aos assaltantes que era policial e lhes deu voz de prisão. Na seqüência, um deles teria dito que estava armado e o outro, ameaçou atirar pedindo a chave do carro. Nesse momento começou a troca de tiros.

Conflito - Na troca de tiros, os dois assaltantes foram baleados pelo policial, que chamou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ) para prestar socorro a Gana, que ficou ferido.

Mesmo atingido pelos tiros, o outro assaltante conseguiu fugir, porém, ao dar entrada no CHM (Centro Hospitalar Municipal) de Santo André, 30 minutos depois do fato, foi reconhecido por Maia Filho, que estava no hospital por ter prestado socorro ao outro assaltante.

Saúde - Segundo o cirurgião Marcelo Menezes, do CHM, Cruz foi atingido por tiros no braço, na perna, e na região lombar, que atravessou o abdômen. O rapaz passou por cirurgia para corrigir lesões e, seu estado de saúde era estável até domingo à noite, porém, não há previsão de saída do hospital.

Gana levou dois tiros no pescoço. Um dos projéteis ficou alojado na musculatura e o outro apenas perfurou e saiu. O quadro de saúde era estável, segundo o médico.

De acordo com a polícia, após estarem recuperados, os dois assaltantes serão encaminhados para a Cadeia Pública de Santo André. Segundo o delegado responsável pelo registro da ocorrência, Paulo Rogério Dionízio, os dois tinham passagem por porte de entorpecentes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Policial reage a assalto e baleia dois homens no Bairro Jardim

Uma tentativa de assalto na madrugada de domingo, acabou em tiroteio na Rua das Aroeiras

Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

02/06/2008 | 07:22


Uma tentativa de assalto na madrugada de domingo, acabou em tiroteio na Rua das Aroeiras, no bairro Jardim, em Santo André. Um policial militar reagiu ao crime e baleou os dois assaltantes.

O policial Paulo Roberto Maia Filho, 23 anos, contou que, por volta das 5h30, saía do espaço Kauffman Chefs, em Santo André, e seguia para pegar seu veículo, um Pálio que estava estacionado na Rua das Aroeiras.

Como falava ao celular, o policial não percebeu que dois indivíduos o seguiam.

Quando entrou em seu veículo, Maia Filho foi abordado por Luiz Tadeu Gana, 27, e Renato Serpejante Cruz, 32, que estariam armados e anunciaram o assalto, segundo o policial.

Antes de sair do veículo, o oficial disse ter apanhado sua arma que estava embaixo do banco do Pálio, anunciou aos assaltantes que era policial e lhes deu voz de prisão. Na seqüência, um deles teria dito que estava armado e o outro, ameaçou atirar pedindo a chave do carro. Nesse momento começou a troca de tiros.

Conflito - Na troca de tiros, os dois assaltantes foram baleados pelo policial, que chamou o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência ) para prestar socorro a Gana, que ficou ferido.

Mesmo atingido pelos tiros, o outro assaltante conseguiu fugir, porém, ao dar entrada no CHM (Centro Hospitalar Municipal) de Santo André, 30 minutos depois do fato, foi reconhecido por Maia Filho, que estava no hospital por ter prestado socorro ao outro assaltante.

Saúde - Segundo o cirurgião Marcelo Menezes, do CHM, Cruz foi atingido por tiros no braço, na perna, e na região lombar, que atravessou o abdômen. O rapaz passou por cirurgia para corrigir lesões e, seu estado de saúde era estável até domingo à noite, porém, não há previsão de saída do hospital.

Gana levou dois tiros no pescoço. Um dos projéteis ficou alojado na musculatura e o outro apenas perfurou e saiu. O quadro de saúde era estável, segundo o médico.

De acordo com a polícia, após estarem recuperados, os dois assaltantes serão encaminhados para a Cadeia Pública de Santo André. Segundo o delegado responsável pelo registro da ocorrência, Paulo Rogério Dionízio, os dois tinham passagem por porte de entorpecentes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;