Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

McCartney atrai 200 mil a show gratuito na Ucrânia


Da AFP

16/06/2008 | 07:01


Pelo menos 200 mil pessoas, entre elas o ex-presidente ucraniano Viktor Kuchma e o presidente georgiano, Mikhail Saakachvili, assistiram, no último sábado à noite, sob uma forte chuva, ao show gratuito do beatle Paul McCartney, em Kiev, um ‘presente' de um milionário local para sua cidade.

O público foi menor do que os 500 mil esperados pelos organizadores, na Praça da Independência, palco da Revolução Laranja do final de 2004. O presidente ucraniano, Viktor Yuchenko, cuja presença havia sido anunciada pelos organizadores, não compareceu.

O cantor saudou os espectadores em ucraniano - "Pryvit, druzi!" ("Saúde, amigos!") - e lhes agradeceu pela presença, apesar da chuva. Durante duas horas e meia, McCartney interpretou canções dos Beatles, dos Wings e algumas músicas da carreira solo, escolhidas em votação na internet, da qual participaram mais de 20 mil pessoas.

A famosa canção Back in the URSS, que cita as "garotas da Ucrânia", foi particularmente apreciada pela platéia. O show gratuito de Paul McCartney foi bancado pelo multimilionário Viktor Pinchuk, a segunda fortuna do país, de acordo com a revista Korrespondent."Tinha o sonho de ver as pessoas reunidas na Praça da Independência, felizes e livres por pelo menos duas horas", explicou Pinchuk, justificando a contratação.

Em 2007, a Fundação Pinchuk organizou na mesma praça show beneficente do cantor Elton John, que contou com a presença de mais de 200 mil ucranianos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

McCartney atrai 200 mil a show gratuito na Ucrânia

Da AFP

16/06/2008 | 07:01


Pelo menos 200 mil pessoas, entre elas o ex-presidente ucraniano Viktor Kuchma e o presidente georgiano, Mikhail Saakachvili, assistiram, no último sábado à noite, sob uma forte chuva, ao show gratuito do beatle Paul McCartney, em Kiev, um ‘presente' de um milionário local para sua cidade.

O público foi menor do que os 500 mil esperados pelos organizadores, na Praça da Independência, palco da Revolução Laranja do final de 2004. O presidente ucraniano, Viktor Yuchenko, cuja presença havia sido anunciada pelos organizadores, não compareceu.

O cantor saudou os espectadores em ucraniano - "Pryvit, druzi!" ("Saúde, amigos!") - e lhes agradeceu pela presença, apesar da chuva. Durante duas horas e meia, McCartney interpretou canções dos Beatles, dos Wings e algumas músicas da carreira solo, escolhidas em votação na internet, da qual participaram mais de 20 mil pessoas.

A famosa canção Back in the URSS, que cita as "garotas da Ucrânia", foi particularmente apreciada pela platéia. O show gratuito de Paul McCartney foi bancado pelo multimilionário Viktor Pinchuk, a segunda fortuna do país, de acordo com a revista Korrespondent."Tinha o sonho de ver as pessoas reunidas na Praça da Independência, felizes e livres por pelo menos duas horas", explicou Pinchuk, justificando a contratação.

Em 2007, a Fundação Pinchuk organizou na mesma praça show beneficente do cantor Elton John, que contou com a presença de mais de 200 mil ucranianos.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;