Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

Trump decide permitir que aumento de tarifas a produtos chineses entre em vigor



10/05/2019 | 00:41


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu permitir que um aumento de tarifas sobre mais US$ 200 bilhões em produtos da China entre em vigor à 1h01 (de Brasília) desta sexta-feira, como já estava programado, embora os dois países tenham decidido continuar suas discussões comerciais por um segundo dia, segundo o The Wall Street Journal.

Negociadores dos EUA e da China se reuniram ontem, em Washington, e planejam nova reunião na manhã desta sexta, mas as tarifas sobre produtos chineses serão elevadas de qualquer forma, de 10% para 25%, como planejava o governo americano, afirmou uma porta-voz da Casa Branca.

A decisão veio depois que o Representante Comercial dos EUA, Robert Lighthizer, e o Secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, se reuniram com Trump para discutir "as atuais negociações comerciais com a China", segundo comunicado da Casa Branca. As discussões desta sexta ocorrerão no escritório de Lighthizer.

Pequim tem ameaçado retaliar a medida tarifária dos EUA, mas ainda não está claro que ação poderá tomar.

Além do aumento tarifário sobre US$ 200 bilhões em importações chinesas, Trump disse ontem que os EUA estão "começando a preparar os papéis" para impor tarifas de 25% a mais US$ 325 bilhões em produtos da China atualmente isentos de taxação. Fonte: Dow Jones Newswires.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Trump decide permitir que aumento de tarifas a produtos chineses entre em vigor


10/05/2019 | 00:41


O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, decidiu permitir que um aumento de tarifas sobre mais US$ 200 bilhões em produtos da China entre em vigor à 1h01 (de Brasília) desta sexta-feira, como já estava programado, embora os dois países tenham decidido continuar suas discussões comerciais por um segundo dia, segundo o The Wall Street Journal.

Negociadores dos EUA e da China se reuniram ontem, em Washington, e planejam nova reunião na manhã desta sexta, mas as tarifas sobre produtos chineses serão elevadas de qualquer forma, de 10% para 25%, como planejava o governo americano, afirmou uma porta-voz da Casa Branca.

A decisão veio depois que o Representante Comercial dos EUA, Robert Lighthizer, e o Secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, se reuniram com Trump para discutir "as atuais negociações comerciais com a China", segundo comunicado da Casa Branca. As discussões desta sexta ocorrerão no escritório de Lighthizer.

Pequim tem ameaçado retaliar a medida tarifária dos EUA, mas ainda não está claro que ação poderá tomar.

Além do aumento tarifário sobre US$ 200 bilhões em importações chinesas, Trump disse ontem que os EUA estão "começando a preparar os papéis" para impor tarifas de 25% a mais US$ 325 bilhões em produtos da China atualmente isentos de taxação. Fonte: Dow Jones Newswires.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;