Fechar
Publicidade

Sábado, 8 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Corinthians vence o São Paulo e se aproxima da final


Do Diário OnLine

25/04/2002 | 00:14


O Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no Morumbi, na partida de ida pelas semifinais da Copa do Brasil. Deivid, artilheiro da competição, fez jus ao título e marcou os dois gols. Para levar a decisão para os pênaltis, o Tricolor precisará vencer o time do Parque São Jorge por pelo menos dois gols de diferença.

Como já era esperado, o jogo foi disputado, truncado, com as duas equipes bastante cautelosas, esperando um erro do adversário para marcar. E foi assim que aconteceu. Os pequenos erros fizeram a diferença e o Corinthians levou a melhor.

No início, apesar da partida cuidadosa, as duas equipes se revezavam no ataque. O primeiro grande lance aconteceu aos 12 minutos. Deivid recebeu um bom lançamento e chutou em direção ao gol de Rogério Ceni, que defendeu. Aos 20, foi a vez do São Paulo atacar com uma bela jogada entre Kaká, França e Belletti. O atacante lançou o lateral são-paulino com um lindo passe, mas Dida se antecipou e não permitiu a finalização.

Aos 32, Kaká chutou bem de longa distância, mas Dida, em boa partida, defendeu. Três minutos depois, o Corinthians saiu em contra-ataque, mas foi a vez do goleiro tricolor evitar o gol. Ainda no primeiro tempo, aos 42 minutos, França, após ótima tabela com Sandro Hiroshi, chutou para Dida defender.

Na etapa complementar, os erros do São Paulo foram fatais. Deivid marcou logo no primeiro minuto. Gustavo Nery falhou e a bola sobrou para o atacante corintiano dentro da área. Ele não perdoou e fuzilou Rogério Ceni.

O São Paulo sentiu o gol e, sem Reinaldo, que foi vetado por contusão, começou a sentir mais dificuldade para chegar ao ataque. Aos 16 minutos, a equipe ainda perdeu a melhor oportunidade que teve para marcar e se recuperar na partida. Belletti foi derrubado na área por Batata e o juiz marcou pênalti. França cobrou e bateu um dos piores pênaltis de sua carreira: no meio do gol, nas mãos de Dida, que espalmou. Adriano ainda tentou marcar no rebote, mas chutou por cima do gol.

A partir daí, o desânimo tomou conta do grupo são-paulino e o Corinthians se fechou mais para garantir o resultado. Mas, o que parecia ruim, aos 30 minutos ficou ainda pior. Num rápido contra-ataque, França foi lançado e, ao tentar alcançar a bola, sentiu uma contusão na virilha. O atacante saiu de campo chorando, com muita dor, e corre o risco de não participar das próximas partidas do São Paulo. No lugar de França, o técnico Nelsinho Baptista colocou Dill.

O Tricolor ainda tentou marcar com Kaká, num bom chute de longa distância. Mas o Corinthians surpreendeu no último minuto. A defesa fez um ótimo lançamento de longa distância para Deivid, que dominou frente a frente com Rogério Ceni e chutou sem chance para o goleiro, marcando um lindo gol.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Corinthians vence o São Paulo e se aproxima da final

Do Diário OnLine

25/04/2002 | 00:14


O Corinthians venceu o São Paulo por 2 a 0 na noite desta quarta-feira, no Morumbi, na partida de ida pelas semifinais da Copa do Brasil. Deivid, artilheiro da competição, fez jus ao título e marcou os dois gols. Para levar a decisão para os pênaltis, o Tricolor precisará vencer o time do Parque São Jorge por pelo menos dois gols de diferença.

Como já era esperado, o jogo foi disputado, truncado, com as duas equipes bastante cautelosas, esperando um erro do adversário para marcar. E foi assim que aconteceu. Os pequenos erros fizeram a diferença e o Corinthians levou a melhor.

No início, apesar da partida cuidadosa, as duas equipes se revezavam no ataque. O primeiro grande lance aconteceu aos 12 minutos. Deivid recebeu um bom lançamento e chutou em direção ao gol de Rogério Ceni, que defendeu. Aos 20, foi a vez do São Paulo atacar com uma bela jogada entre Kaká, França e Belletti. O atacante lançou o lateral são-paulino com um lindo passe, mas Dida se antecipou e não permitiu a finalização.

Aos 32, Kaká chutou bem de longa distância, mas Dida, em boa partida, defendeu. Três minutos depois, o Corinthians saiu em contra-ataque, mas foi a vez do goleiro tricolor evitar o gol. Ainda no primeiro tempo, aos 42 minutos, França, após ótima tabela com Sandro Hiroshi, chutou para Dida defender.

Na etapa complementar, os erros do São Paulo foram fatais. Deivid marcou logo no primeiro minuto. Gustavo Nery falhou e a bola sobrou para o atacante corintiano dentro da área. Ele não perdoou e fuzilou Rogério Ceni.

O São Paulo sentiu o gol e, sem Reinaldo, que foi vetado por contusão, começou a sentir mais dificuldade para chegar ao ataque. Aos 16 minutos, a equipe ainda perdeu a melhor oportunidade que teve para marcar e se recuperar na partida. Belletti foi derrubado na área por Batata e o juiz marcou pênalti. França cobrou e bateu um dos piores pênaltis de sua carreira: no meio do gol, nas mãos de Dida, que espalmou. Adriano ainda tentou marcar no rebote, mas chutou por cima do gol.

A partir daí, o desânimo tomou conta do grupo são-paulino e o Corinthians se fechou mais para garantir o resultado. Mas, o que parecia ruim, aos 30 minutos ficou ainda pior. Num rápido contra-ataque, França foi lançado e, ao tentar alcançar a bola, sentiu uma contusão na virilha. O atacante saiu de campo chorando, com muita dor, e corre o risco de não participar das próximas partidas do São Paulo. No lugar de França, o técnico Nelsinho Baptista colocou Dill.

O Tricolor ainda tentou marcar com Kaká, num bom chute de longa distância. Mas o Corinthians surpreendeu no último minuto. A defesa fez um ótimo lançamento de longa distância para Deivid, que dominou frente a frente com Rogério Ceni e chutou sem chance para o goleiro, marcando um lindo gol.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;