Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 28 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Justiça enquadra Vaguinho por campanha antecipada

Pré-candidato ao governo de Diadema foi denunciado pelo PV e pode ser multado


Leandro Baldini
Do Diário do Grande ABC

10/06/2016 | 07:00


A Justiça Eleitoral enquadrou o pré-candidato à Prefeitura de Diadema pelo PRB, o vereador Vaguinho do Conselho, por campanha antecipada. A juíza Claudia Maria Carbonari de Faria, da 329ª Zona Eleitoral em Diadema, acatou pedido de liminar feito pelo diretório municipal do PV, que acusou o vereador de antecipação de propaganda política em atividades eleitorais de Vaguinho.

Nos dias 21 e 28 de maio, Vaguinho liderou caminhada com grupo de apoiadores pelas ruas dos bairros Eldorado e Jardim Canhema. Todos estavam usando camisa com o símbolo, cores do PRB e a frase “Diadema com você é 10”, em alusão ao número da sigla republicana. O percurso em cada região durou aproximadamente três horas, com interação com moradores e comerciantes.

O PV diademense pediu liminar do caso para que Vaguinho fosse impedido de continuar com a estratégia eleitoral, solicitação aceita pela juíza Claudia Maria Carbonari de Faria. “Defiro a liminar para determinar que os representados se abstenham de realizar novos eventos nos moldes denunciados nesta representação, os quais vêm sendo frequentemente realizados”.

A Justiça Eleitoral determinou que, se os atos tiverem sequência, Vaguinho será multado em R$ 35 mil. Além do republicano, o documento enquadra também a vereadora Cida Ferreira (PMDB), possível vice de Vaguinho na corrida pelo Paço.

Na sessão de ontem, Vaguinho recebeu notificação de oficial de Justiça com prazo de 48 horas, que se expira na segunda-feira, para apresentar defesa. “Não tive acesso ao teor do documento, mas entendo que não foi feita propaganda antecipada. Fizemos atividades de rua, mas em nome do partido e não do Vaguinho. Não é uma caminhada para pedir voto. É uma ação do PRB, que completa dez anos de fundação. De qualquer forma, vamos apresentar nossos argumentos”, justificou Vaguinho. O PRB foi organizado em 2003 e fundado em 2005 – portanto, há existência da sigla há 13 anos e são 11 anos de fundação.

Conforme resolução número 23.457 do TSE (Tribunal Superior Eleitoral), de 15 de dezembro, a propaganda eleitoral para o pleito municipal de outubro está permitida somente a partir do dia 16 de agosto. “Estamos indo para os bairros para buscar informação, ver o que pode melhorar, as reais dificuldades do cotidiano. A preocupação é com a nossa pré-candidatura, enquanto os demais adversários têm o foco de atacar”, acrescentou Vaguinho.

Além do republicano, se colocam como pré-postulantes ao Paço o prefeito Lauro Michels (PV), o vereador Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), o ex-prefeito Gilson Menezes (PDT), o empresário Taka Yamauchi (PSD) e o advogado e ambientalista Virgílio Alcides de Farias (Rede). 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;