Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 20 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Estudantes participam neste sábado da Olimpíada de Matemática


Da Agência Brasil

18/11/2006 | 15:04


Mais de 630 mil alunos do ensino fundamental e médio são esperados para a segunda fase da 2ª OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), neste sábado à tarde, em todo o Brasil. As provas são aplicadas em cinco mil pontos em todo país.

Nesta sexta-feira, a coordenadora da olimpíada, Suely Druck, disse que a competição tem por objetivo melhorar a qualidade do ensino de matemática nas escolas públicas. “O principal objetivo é este: botar todo mundo para estudar matemática, e isso temos conseguido desde o ano passado. Com a primeira, já se notou um movimento grande das escolas de preparar os alunos para as olimpíadas, solicitando material, por exemplo”, disse ela.

Os vencedores da 2ª Olimpíada só vão ser conhecidos em março do ano que vem. Além dos alunos, também são premiados professores, escolas e municípios. Os alunos recebem medalhas de ouro, prata ou bronze, como numa olimpíada esportiva, e os dois mil mais bem colocados vão receber bolsas de iniciação científica do CNPq (Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico).

Os cem professores com alunos mais bem classificados terão acesso grátis a um curso de aperfeiçoamento no Instituto de Matemática Pura e Aplicada (Impa), órgão ligado ao CNPq, que fica no Rio de Janeiro. As cem escolas com alunos de melhor desempenho vão ganhar laboratórios de informática, e os cinco municípios de maior destaque serão premiados com quadras de esporte.

Para Suely Druck, já é possível ver os primeiros resultados da iniciativa, agora que se realiza a segunda edição do evento. “Os resultados são visíveis no sentido de chamar a atenção para a importância da matemática, principalmente para o futuro das crianças e do nosso país. No momento em que a tecnologia é quase toda praticamente baseada na matemática, então precisamos de recursos humanos”, observa. “Sabemos que em educação, os resultados são a longo prazo. Mas surpreendentemente, esse projeto teve uma aceitação muito maior que nossas expectativas.”

A 2ª Olimpíada teve em sua primeira fase, realizada em agosto, a participação de 14,2 milhões de alunos, 35% a mais que a competição do ano passado, quando 10,5 milhões de estudantes de escolas públicas participaram da iniciativa. A competição é organizada pela Sociedade Brasileira de Matemática, pelo Impa e pelos ministérios da Educação e da Ciência e Tecnologia.

Como qualquer disputa, a Olimpíada de Matemática também exige treinamento. Por isso, os alunos se preparam resolvendo problemas de matemática, individualmente ou em grupo, para desenvolver a habilidade lógica, a criatividade e a sociabilidade. Desde 1979, a Sociedade Brasileira de Matemática realiza a OBM (Olimpíada Brasileira de Matemática), aberta a estudantes dos ensinos fundamental, médio e superior, das redes pública e privada. Além de despertar o interesse pela disciplina, a competição tem por objetivo contribuir para a descoberta precoce de talentos para as ciências em geral.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;