Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 14 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Meninas do vôlei vencem a Grécia e garantem a classificação


Fernão Silveira
Do Diário OnLine

20/08/2004 | 11:16


Fernanda Venturini (14), Fabiana (9), Valeskinha (8), Virna (10) e Arlene (15) saúdam a torcida após vitória contra a Grécia. Foto: AFP Foi a vez de as anfitriãs sentirem a força das meninas do vôlei. A seleção brasileira impôs tranqüilos 3 sets a 0 na Grécia (parciais de 25/22, 25/22 e 25/11), nesta sexta-feira pela manhã, e já garantiu a vaga nas quartas-de-final dos Jogos Olímpicos de Atenas - após quatro vitórias em quatro partidas. O próximo desafio das comandadas do técnico José Roberto Guimarães será contra a Coréia do Sul, no domingo (15h30), encerrando a primeira fase. Se passar como líder da chave, o que deve acontecer, o Brasil terá como adversário mais provável no mata-mata o time dos Estados Unidos.

Depois do estresse de enfrentar as italianas, vencidas num difícil jogo de cinco sets, as meninas tiveram um duelo muito mais sossegado contra as donas da casa. As gregas só ofereceram alguma resistência durante as duas primeiras parciais, enquanto tiveram apoio da torcida, que compareceu em bom número ao Ginásio Paz e Amizade. Quando o placar mostrava 2 a sets a 0, todos de azul e branco se entregaram à superioridade brasileira.

O Brasil teve problemas contra a Grécia no 1º set porque não conseguia encaixar bons saques e encurralar as adversárias no bloqueio. Com o passe facilitado, as donas da casa tiveram mais chances para encarar as meninas de igual para igual. Mas a diferença técnica entre as duas seleções não demorou a aparecer e o Brasil fechou a primeira parcial em 25 a 22.

Movidas pela torcida, as gregas entraram para o 2º set acreditando que ainda era possível vencer as favoritas à medalha de ouro. Os problemas de saque e defesa da seleção, que se arrastavam desde o começo da partida, ajudaram a embalar o último foco de resistência das anfitriãs.

O placar começou a se dilatar quando o Brasil acertou a mão no serviço. Zé Roberto mexeu no time e tirou do banco Fabiana, que entrou inspirada. Um ace dela colocou o placar em 21 a 16. A partir daí, foi só administrar para fechar. As meninas ainda se deram ao luxo de desperdiçar dois sets points, deixando as gregas encostarem em 24 a 22. Mas Fabiana cravou a bola no chão e garantiu a vitória por 25 a 22.

O terceiro set foi um passeio brasileiro. Com a torcida calada, a seleção da casa se entregou de vez. Zé Roberto pôde movimentar todo o banco e as meninas responderam bem, sem dar chances de reação para as adversárias. Além de Virna, Mari e Fabiana, que deitaram e rolaram diante das gregas, Sassá saiu da reserva para jogar a pá de cal nas anfitriãs com seus saques fortes. Placar final: 25 a 11.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Meninas do vôlei vencem a Grécia e garantem a classificação

Fernão Silveira
Do Diário OnLine

20/08/2004 | 11:16


Fernanda Venturini (14), Fabiana (9), Valeskinha (8), Virna (10) e Arlene (15) saúdam a torcida após vitória contra a Grécia. Foto: AFP Foi a vez de as anfitriãs sentirem a força das meninas do vôlei. A seleção brasileira impôs tranqüilos 3 sets a 0 na Grécia (parciais de 25/22, 25/22 e 25/11), nesta sexta-feira pela manhã, e já garantiu a vaga nas quartas-de-final dos Jogos Olímpicos de Atenas - após quatro vitórias em quatro partidas. O próximo desafio das comandadas do técnico José Roberto Guimarães será contra a Coréia do Sul, no domingo (15h30), encerrando a primeira fase. Se passar como líder da chave, o que deve acontecer, o Brasil terá como adversário mais provável no mata-mata o time dos Estados Unidos.

Depois do estresse de enfrentar as italianas, vencidas num difícil jogo de cinco sets, as meninas tiveram um duelo muito mais sossegado contra as donas da casa. As gregas só ofereceram alguma resistência durante as duas primeiras parciais, enquanto tiveram apoio da torcida, que compareceu em bom número ao Ginásio Paz e Amizade. Quando o placar mostrava 2 a sets a 0, todos de azul e branco se entregaram à superioridade brasileira.

O Brasil teve problemas contra a Grécia no 1º set porque não conseguia encaixar bons saques e encurralar as adversárias no bloqueio. Com o passe facilitado, as donas da casa tiveram mais chances para encarar as meninas de igual para igual. Mas a diferença técnica entre as duas seleções não demorou a aparecer e o Brasil fechou a primeira parcial em 25 a 22.

Movidas pela torcida, as gregas entraram para o 2º set acreditando que ainda era possível vencer as favoritas à medalha de ouro. Os problemas de saque e defesa da seleção, que se arrastavam desde o começo da partida, ajudaram a embalar o último foco de resistência das anfitriãs.

O placar começou a se dilatar quando o Brasil acertou a mão no serviço. Zé Roberto mexeu no time e tirou do banco Fabiana, que entrou inspirada. Um ace dela colocou o placar em 21 a 16. A partir daí, foi só administrar para fechar. As meninas ainda se deram ao luxo de desperdiçar dois sets points, deixando as gregas encostarem em 24 a 22. Mas Fabiana cravou a bola no chão e garantiu a vitória por 25 a 22.

O terceiro set foi um passeio brasileiro. Com a torcida calada, a seleção da casa se entregou de vez. Zé Roberto pôde movimentar todo o banco e as meninas responderam bem, sem dar chances de reação para as adversárias. Além de Virna, Mari e Fabiana, que deitaram e rolaram diante das gregas, Sassá saiu da reserva para jogar a pá de cal nas anfitriãs com seus saques fortes. Placar final: 25 a 11.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;