Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Mutran, Meneghini e Taba depoem sobre Anhembi Turismo


Do Diário do Grande ABC

21/11/2000 | 11:47


Os vereadores Jorge Taba (PSB), Wadih Mutran (PPB) e Emílio Meneghini (PPB) estao depondo nesta terça-feira sobre as irregularidades na empresa Anhembi Turismo e Eventos.

O ex-vereador Vicente Viscome (ex-PPB) e o vereador Salim Curiati Júnior (PPB) foram ouvidos na segunda-feira pela Polícia Civil e pela Procuradoria-Geral de Justiça. Viscome negou que teria indicado cinco funcionários fantasmas para a Anhembi Turismo e Eventos. Serao ouvidos ainda 31 políticos até o dia 4 de dezembro. Serao 25 vereadores, 2 deputados federais e o deputado cassado Hanna Garib.

Viscome prestou depoimento em uma cela ao lado da sua. Ele foi ouvido pelo delegado Itagiba Franco, do Departamento de Identificaçao e Registros Diversos (Dird), que preside o inquérito sobre a contrataçao de funcionários fantasmas na Anhembi, e pelo procurador Alberto Oliveira Andrade Neto, do Setor de Apuraçao de Crimes de Prefeito, que investiga irregularidades do prefeito Celso Pitta (PTN). Viscome foi condenado a 16 anos e 4 meses de prisao por comandar a máfia dos fiscais na Penha.

Segundo as acusaçoes, o vereador teria indicado cinco funcionários fantasmas. Eles eram empregados particulares de Mellao e dividiriam o salário da Anhembi com ele. Salim Curiati Júnior também negou que teria feito indicaçoes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Mutran, Meneghini e Taba depoem sobre Anhembi Turismo

Do Diário do Grande ABC

21/11/2000 | 11:47


Os vereadores Jorge Taba (PSB), Wadih Mutran (PPB) e Emílio Meneghini (PPB) estao depondo nesta terça-feira sobre as irregularidades na empresa Anhembi Turismo e Eventos.

O ex-vereador Vicente Viscome (ex-PPB) e o vereador Salim Curiati Júnior (PPB) foram ouvidos na segunda-feira pela Polícia Civil e pela Procuradoria-Geral de Justiça. Viscome negou que teria indicado cinco funcionários fantasmas para a Anhembi Turismo e Eventos. Serao ouvidos ainda 31 políticos até o dia 4 de dezembro. Serao 25 vereadores, 2 deputados federais e o deputado cassado Hanna Garib.

Viscome prestou depoimento em uma cela ao lado da sua. Ele foi ouvido pelo delegado Itagiba Franco, do Departamento de Identificaçao e Registros Diversos (Dird), que preside o inquérito sobre a contrataçao de funcionários fantasmas na Anhembi, e pelo procurador Alberto Oliveira Andrade Neto, do Setor de Apuraçao de Crimes de Prefeito, que investiga irregularidades do prefeito Celso Pitta (PTN). Viscome foi condenado a 16 anos e 4 meses de prisao por comandar a máfia dos fiscais na Penha.

Segundo as acusaçoes, o vereador teria indicado cinco funcionários fantasmas. Eles eram empregados particulares de Mellao e dividiriam o salário da Anhembi com ele. Salim Curiati Júnior também negou que teria feito indicaçoes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;