Fechar
Publicidade

Sábado, 6 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Omar Shariff ganha prêmio em Veneza


Do Diário OnLine

29/08/2003 | 14:21


Depois de frequentar as páginas policiais francesas por agredir um policial num cassino, Omar Shariff está de voltas ao cinema. Atração do Festival de Cinema de Veneza, o ator de "Doutor Jivago" e "Lawrence da Arábia" recebeu o prêmio Leão de Ouro pelo conjunto de sua obra.

Sharif, estrela do filme "Monsieur Ibrahim et les fleurs du Coran", em pré-estréia no festival, disse que o evento é a sua ‘volta por cima’, já que, segundo ele, não fez nada de decente nos últimos 25 anos. O ator egípcio considerou que só o cumprimento de 50 anos de carreira já era um prêmio.

Em "Monsieur Ibrahim", Sharif é um verdureiro muçulmano que fica amigo de um pobre menino judeu que vive num bairro barra-pesada de Paris, em meio a prostitutas. O jovem é abandonado pelo pai e Ibrahim o adota e viajam juntos para a Turquia, país natal do verdureiro. Passado nos anos 60, o filme já chega a Veneza como um forte candidato ao Oscar de melhor filme estrangeiro no ano que vem.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Omar Shariff ganha prêmio em Veneza

Do Diário OnLine

29/08/2003 | 14:21


Depois de frequentar as páginas policiais francesas por agredir um policial num cassino, Omar Shariff está de voltas ao cinema. Atração do Festival de Cinema de Veneza, o ator de "Doutor Jivago" e "Lawrence da Arábia" recebeu o prêmio Leão de Ouro pelo conjunto de sua obra.

Sharif, estrela do filme "Monsieur Ibrahim et les fleurs du Coran", em pré-estréia no festival, disse que o evento é a sua ‘volta por cima’, já que, segundo ele, não fez nada de decente nos últimos 25 anos. O ator egípcio considerou que só o cumprimento de 50 anos de carreira já era um prêmio.

Em "Monsieur Ibrahim", Sharif é um verdureiro muçulmano que fica amigo de um pobre menino judeu que vive num bairro barra-pesada de Paris, em meio a prostitutas. O jovem é abandonado pelo pai e Ibrahim o adota e viajam juntos para a Turquia, país natal do verdureiro. Passado nos anos 60, o filme já chega a Veneza como um forte candidato ao Oscar de melhor filme estrangeiro no ano que vem.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;