Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 13 de Abril

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

Partido do futebol

Só há um momento em que muitos políticos, independentemente da ideologia ou da legenda que defendem, esquecem das


Do Diário do Grande ABC

28/04/2010 | 00:00


Só há um momento em que muitos políticos, independentemente da ideologia ou da legenda que defendem, esquecem das divisões partidárias: durante partida de futebol. Exemplo disso ocorreu no Pacaembu, no domingo, durante o primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista, entre Santos e Santo André. Na numerada do estádio, estavam o presidente da Câmara de Diadema, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), e a ex-prefeita de Ribeirão Pires Maria Inês Soares (PT), que são torcedores fanáticos do Santos. Diferentemente dos petistas, que foram uniformizados, assistiram ao jogo no local o deputado estadual Alex Manente (PPS-São Bernardo), que é são-paulino, e seu pai, o presidente da Câmara de São Bernardo, Otávio Manente, torcedor do Palmeiras. Outro palestrino que acompanhou a partida de perto foi o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB). Mas, para não deixar dúvida que estavam torcendo pelo Ramalhão, preferiram ir à paisana. Sabe como é, né? Em ano eleitoral, nada como agradar gregos e troianos...

Bastidores

Líder no presídio
Agora que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) assegurou direito ao voto na eleição de outubro aos presos nos CDPs (Centros de Detenção Provisória) e aos adolescentes da Fundação Casa, fica uma pergunta: quem será o candidato que irá conseguir mais votos com esse público? Certamente, será interessante saber quem será o líder nos presídios, já que diferentemente do resto da população, eles não poderão assistir o horário eleitoral gratuito. Vai ser uma disputa quente.

Virou novela
Após recusar camisa do Santo André, presente que foi entregue a todos os vereadores antes do primeiro jogo da decisão e depois de descumprir a promessa que correria a 9ª Meia Maratona Shopping ABC com a peça do Ramalhão, o vereador Paulinho Serra (PSDB) finalmente bateu o martelo: disse que na próxima sessão, amanhã, estará trajando a vestimenta do time que disputa pela primeira vez na história a final do Campeonato Paulista. Será que agora vai?

Casa do ex-inimigo
O prefeito de Diadema, Mário Reali (PT), participou ontem de reunião da executiva municipal do PSB. É a primeira visita do petista desde que a legenda - ex-rival - assumiu a Secretaria de Segurança Alimentar. O dia não poderia ser mais emblemático para PT e PSB: a saída de cena do então presidenciável Ciro Gomes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Partido do futebol

Só há um momento em que muitos políticos, independentemente da ideologia ou da legenda que defendem, esquecem das

Do Diário do Grande ABC

28/04/2010 | 00:00


Só há um momento em que muitos políticos, independentemente da ideologia ou da legenda que defendem, esquecem das divisões partidárias: durante partida de futebol. Exemplo disso ocorreu no Pacaembu, no domingo, durante o primeiro jogo da decisão do Campeonato Paulista, entre Santos e Santo André. Na numerada do estádio, estavam o presidente da Câmara de Diadema, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), e a ex-prefeita de Ribeirão Pires Maria Inês Soares (PT), que são torcedores fanáticos do Santos. Diferentemente dos petistas, que foram uniformizados, assistiram ao jogo no local o deputado estadual Alex Manente (PPS-São Bernardo), que é são-paulino, e seu pai, o presidente da Câmara de São Bernardo, Otávio Manente, torcedor do Palmeiras. Outro palestrino que acompanhou a partida de perto foi o prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB). Mas, para não deixar dúvida que estavam torcendo pelo Ramalhão, preferiram ir à paisana. Sabe como é, né? Em ano eleitoral, nada como agradar gregos e troianos...

Bastidores

Líder no presídio
Agora que o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) assegurou direito ao voto na eleição de outubro aos presos nos CDPs (Centros de Detenção Provisória) e aos adolescentes da Fundação Casa, fica uma pergunta: quem será o candidato que irá conseguir mais votos com esse público? Certamente, será interessante saber quem será o líder nos presídios, já que diferentemente do resto da população, eles não poderão assistir o horário eleitoral gratuito. Vai ser uma disputa quente.

Virou novela
Após recusar camisa do Santo André, presente que foi entregue a todos os vereadores antes do primeiro jogo da decisão e depois de descumprir a promessa que correria a 9ª Meia Maratona Shopping ABC com a peça do Ramalhão, o vereador Paulinho Serra (PSDB) finalmente bateu o martelo: disse que na próxima sessão, amanhã, estará trajando a vestimenta do time que disputa pela primeira vez na história a final do Campeonato Paulista. Será que agora vai?

Casa do ex-inimigo
O prefeito de Diadema, Mário Reali (PT), participou ontem de reunião da executiva municipal do PSB. É a primeira visita do petista desde que a legenda - ex-rival - assumiu a Secretaria de Segurança Alimentar. O dia não poderia ser mais emblemático para PT e PSB: a saída de cena do então presidenciável Ciro Gomes.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;