Fechar
Publicidade

Domingo, 25 de Julho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Porto se apressa para exportar Fox


Leone Farias
Do Diário do Grande ABC

13/03/2005 | 18:57


Responsável pela construção do TEV (Terminal de Exportação de Veículos) no porto de Santos, a operadora Santos-Brasil corre contra o tempo para deixar o terminal pronto até maio. O novo espaço vai permitir ao porto ampliar em 40% a capacidade de exportação de veículos e é considerado vital para escoar para a Europa – por Santos, maior porto do país – a produção da fábrica de São Bernardo do modelo Volkswagen Fox. Dessa forma, além de gerar capacidade adicional para o embarque de carros, a obra atenderá à demanda da montadora para exportar o compacto produzido no Grande ABC de forma competitiva.

“Todo o cronograma ainda está adequado à exportação do Fox. Se tivéssemos mais tempo haveria mais folga, mas, se Deus quiser, e as condições pluviométricas ajudarem, tudo ficará pronto até maio”, ressalta o diretor da Santos-Brasil, Carlos César Meirelles. Ele afirma que já se iniciaram as edificações e está em andamento a terraplanagem e a pavimentação do terreno. Basicamente, o local deverá ter estacionamento de 130 mil m² de área útil, espaços para oficina e para inspeção de veículos.

Orçado em cerca de R$ 36 milhões, o TEV – antigo Tecon 2 (Terminal de Contêneires 2) – terá área de 180 mil m² e deverá ter capacidade para receber 100 mil veículos anuais. O prazo de conclusão das obras inicialmente previsto era janeiro deste ano. No entanto, segundo Meirelles, houve atraso na liberação do licenciamento ambiental, e as chuvas do início do ano também atrapalharam.

Enquanto o TEV não fica pronto, a Volkswagen começará a exportar o Fox pelo porto de Paranaguá (PR). As remessas de unidades fabricadas em São Bernardo se iniciarão em julho. De Paranaguá, partirão para a Europa cerca de 4,5 mil carros Fox produzidos em São José dos Pinhais. O modelo será apresentado no próximo dia 31 no salão de Leipzig (Alemanha) e na segunda quinzena de abril haverá outra apresentação, para a imprensa, em Copenhague (Dinamarca).

Agilidade – O porto de Santos já está praticamente no limite máximo de capacidade de exportação de veículos. No ano passado, foram exportados por Santos 244 mil veículos, um crescimento de 55% em relação a 2003. “O TEV foi idealizado em função de uma demanda da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), que via como necessário um novo terminal para que a planta do Fox fosse implantada no ABC”, afirma o diretor comercial e de desenvolvimento da Codesp, Fabrizio Pierdomenico.

A Santos-Brasil já opera o Tecon 1 (Terminal de Contêineres 1) localizado ao lado do TEV,que, originariamente, também era destinado a contêineres. A empresa recebeu termo de permissão da Codesp (Companhia Docas do Estado de São Paulo) para construir o novo terminal até que seja feita a licitação do espaço, até o final deste ano. O termo de permissão foi uma forma encontrada pela Codesp para agilizar a construção antes de deflagrado o processo de concorrência.


Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;