Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 22 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

soraiapedrozo@dgabc.com.br | 4435-8057

FMI quer que Am.Latina dê mais independência aos bancos centrais


Da AFP

16/01/2007 | 16:18


O diretor-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), Rodrigo Rato, pediu nesta terça-feira aos países latino-americanos que dêem mais independência aos bancos centrais para evitar a inflação, citando os exemplos de Brasil, Colômbia e México.

"A independência dos bancos centrais é um elemento muito importante para o bom governo e oferece um instrumento muito importante para a estabilidade dos preços", afirmou Rato em entrevista à imprensa, ao ser consultado sobre a situação na América Latina.

"A independência dos bancos centrais deram muitos bons resultados nos países que a aumentaram", acrescentou o diretor da instituição financeira, dando como "bons exemplos de redução da inflação" o Brasil, a Colômbia e o México.

"A queda da inflação vem trazendo recompensas", explicou, destacando que "a inflação não só é ruim para a política econômica, como também para os pobres".

Ao enviar seu recado, Rato não citou nenhum país especificamente, mas repetiu o conselho quando questionado sobre as decisões recentes dos governos de Equador e Venezuela.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

FMI quer que Am.Latina dê mais independência aos bancos centrais

Da AFP

16/01/2007 | 16:18


O diretor-gerente do FMI (Fundo Monetário Internacional), Rodrigo Rato, pediu nesta terça-feira aos países latino-americanos que dêem mais independência aos bancos centrais para evitar a inflação, citando os exemplos de Brasil, Colômbia e México.

"A independência dos bancos centrais é um elemento muito importante para o bom governo e oferece um instrumento muito importante para a estabilidade dos preços", afirmou Rato em entrevista à imprensa, ao ser consultado sobre a situação na América Latina.

"A independência dos bancos centrais deram muitos bons resultados nos países que a aumentaram", acrescentou o diretor da instituição financeira, dando como "bons exemplos de redução da inflação" o Brasil, a Colômbia e o México.

"A queda da inflação vem trazendo recompensas", explicou, destacando que "a inflação não só é ruim para a política econômica, como também para os pobres".

Ao enviar seu recado, Rato não citou nenhum país especificamente, mas repetiu o conselho quando questionado sobre as decisões recentes dos governos de Equador e Venezuela.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;