Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alex critica boataria na campanha

Prefeiturável do PPS aposta nas reuniões domiciliares; para
ele, elas fazem com que população externe reais problemas


Thiago Bassan
Do Diário do Grande ABC

08/08/2012 | 01:19


No discurso que realizou para cerca de 50 moradores do bairro Jardim Calux, ontem à noite, Alex Manente, candidato do PPS à Prefeitura de São Bernardo, ficou indignado ao ouvir o que, segundo ele, seria mais um boato da oposição sobre sua candidatura.

O popular-socialista ficou sabendo, por meio de uma moradora, que informação divulgada na localidade dá conta de que, caso vença a eleição, a população local não terá a escritura que permite morar regularmente. A acusação revoltou o candidato.

“Quem gera boataria é nosso adversário (prefeito Luiz Marinho, do PT, candidato à reeleição). Ouvimos da população mais um dos boatos, de que só vão entregar as escrituras das casas se ele for reeleito. Em cada reunião que chegamos aparece um novo boato. Eles estão ameaçando sobre o que não entregaram ainda. Isso é medo de perder a eleição”, acusou Alex.

Além de reclamar do boato, o candidato do PPS também aproveitou a reunião para criticar o transporte municipal. “Precisamos começar a fazer avaliação de quem presta serviço na cidade, como é a fiscalização. Desde o ônibus, até o rebaixamento da Avenida Lions. Como foi a obra, o que ocorreu, os aditivos que ocorreram, a serviço de quem estão, nesse momento, essas empreiteiras das candidaturas. Isso é importante porque a gente só consegue enxergar o serviço público benfeito sem a relação de quem presta o serviço, uma relação que extrapola apenas a questão da fiscalização”, analisou o prefiturável popular-socialista.

Alex ouviu diversas manifestações no encontro com os moradores. Falta de vagas em creches, Segurança, Transporte e Saúde pública foram os principais temas abordados. Uma mãe afirmou que ouviu, dentro da escola pública, que as aulas de balé da filha serão encerradas assim que as eleições terminarem. Alex contou que isso ainda não aconteceu porque o prefeito está esperando o fim do pleito, para não correr riscos de perder votos com essa medida.

Outro fato curioso aconteceu quando uma munícipe perguntou se Alex iria manter a UBS (Unidade Básica de Saúde) da localidade aberta por 24 horas. O candidato prometeu reformá-la e ainda colocar mais médicos.

Ao fim do encontro, Alex Manente considerou o debate positivo, não sem antes fazer mais uma acusação à Prefeitura, comandada pelo adversário petista.

“Essas reuniões domiciliares mostram que a população tem oportunidade de expor o problema do próximo. E demonstram total abandono dos serviços essenciais da Prefeitura, fazendo com que as pessoas reflitam sobre eleição”, analisou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alex critica boataria na campanha

Prefeiturável do PPS aposta nas reuniões domiciliares; para
ele, elas fazem com que população externe reais problemas

Thiago Bassan
Do Diário do Grande ABC

08/08/2012 | 01:19


No discurso que realizou para cerca de 50 moradores do bairro Jardim Calux, ontem à noite, Alex Manente, candidato do PPS à Prefeitura de São Bernardo, ficou indignado ao ouvir o que, segundo ele, seria mais um boato da oposição sobre sua candidatura.

O popular-socialista ficou sabendo, por meio de uma moradora, que informação divulgada na localidade dá conta de que, caso vença a eleição, a população local não terá a escritura que permite morar regularmente. A acusação revoltou o candidato.

“Quem gera boataria é nosso adversário (prefeito Luiz Marinho, do PT, candidato à reeleição). Ouvimos da população mais um dos boatos, de que só vão entregar as escrituras das casas se ele for reeleito. Em cada reunião que chegamos aparece um novo boato. Eles estão ameaçando sobre o que não entregaram ainda. Isso é medo de perder a eleição”, acusou Alex.

Além de reclamar do boato, o candidato do PPS também aproveitou a reunião para criticar o transporte municipal. “Precisamos começar a fazer avaliação de quem presta serviço na cidade, como é a fiscalização. Desde o ônibus, até o rebaixamento da Avenida Lions. Como foi a obra, o que ocorreu, os aditivos que ocorreram, a serviço de quem estão, nesse momento, essas empreiteiras das candidaturas. Isso é importante porque a gente só consegue enxergar o serviço público benfeito sem a relação de quem presta o serviço, uma relação que extrapola apenas a questão da fiscalização”, analisou o prefiturável popular-socialista.

Alex ouviu diversas manifestações no encontro com os moradores. Falta de vagas em creches, Segurança, Transporte e Saúde pública foram os principais temas abordados. Uma mãe afirmou que ouviu, dentro da escola pública, que as aulas de balé da filha serão encerradas assim que as eleições terminarem. Alex contou que isso ainda não aconteceu porque o prefeito está esperando o fim do pleito, para não correr riscos de perder votos com essa medida.

Outro fato curioso aconteceu quando uma munícipe perguntou se Alex iria manter a UBS (Unidade Básica de Saúde) da localidade aberta por 24 horas. O candidato prometeu reformá-la e ainda colocar mais médicos.

Ao fim do encontro, Alex Manente considerou o debate positivo, não sem antes fazer mais uma acusação à Prefeitura, comandada pelo adversário petista.

“Essas reuniões domiciliares mostram que a população tem oportunidade de expor o problema do próximo. E demonstram total abandono dos serviços essenciais da Prefeitura, fazendo com que as pessoas reflitam sobre eleição”, analisou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;